fbpx

805 toneladas de embalagens vazias de agrotóxicos foram devolvidas para Adapec/TO em 2020

Foto: Ascom Adapec/TO

Por Ivan Trindade


Um total de 805.462 mil quilos de embalagens de agrotóxicos foram devolvidas em 2020, pelos produtores rurais do Estado. A informações foi divulgada pela Adapec, Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins. A medida é necessária e obrigatória, uma vez que, segundo a legislação, após a compra do produto agrotóxico o produtor tem o prazo de um ano para fazer a devolução das embalagens vazias, podendo se estender por mais seis meses, caso o produto não tenha sido utilizado em na sua totalidade.

Conforme o órgão, os dados foram levantados por meio das centrais de recebimentos de embalagens vazias de agrotóxicos de Pedro Afonso e Silvanópolis. Houve, com isso, um aumento de 11,41% em relação a 2019, quando foram devolvidas nas centrais 722.932 mil quilos de embalagens.

Segundo Paulo Lima, presidente da Adapec, os dados confirmam o crescimento do setor agrícola, bem como também a responsabilidade dos produtores rurais com o meio ambiente e a importância da fiscalização e orientação feita pela Agência juntos a estes agricultores, sobre o uso correto de agrotóxicos nas lavouras e o descarte legal das embalagens.

Por meio de nota encaminhada à imprensa, a Adapec informou que anualmente, em todo o Estado, realiza um trabalho de fiscalização nas lavouras orientando os produtores rurais sobre a importância da retirada desse passivo do campo, que começa desde a autorização para revendas comercializarem estes produtos, fiscalização no armazenamento das lojas especializadas e distribuidoras, nas propriedades verificando as condições de aplicação e armazenamento, orientações sobre o uso correto do produto no campo e se estende até a devolução das embalagens nos postos ou centrais.

Dados

Em 2020 na central de recebimento de embalagens de Pedro Afonso, foram devolvidas pelos produtores rurais 379.533 kg e em Silvanópolis 425.929 kg. O Estado atualmente conta com duas centrais de recebimento de embalagens vazias de agrotóxicos, que estão localizadas nos municípios de Pedro Afonso e Silvanópolis e mais quatro postos, nos municípios de Araguaína, Tocantinópolis, Gurupi e Lagoa da Confusão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *