fbpx

9 mil metros de rede de pesca são apreendidos no Tocantins

Foto: Acervo Polo de Palmas/Naturatins 

Por Ivan Trindade

Equipes de fiscalização apreenderam 9.330 metros de rede, uma canoa, duas caixas de isopor, duas tarrafas e 110 peças de caibro em uma operação neste último fim de semana, entre os dias 9 e 12 de dezembro, nas cidades de Palmas, Araguaína e Gurupi. Três Autos de Infração que somam R$ 8.300,00 em multa foram aplicados.

De acordo com o Naturatins, participaram ainda das operações de reforço da Piracema, representantes do Batalhão da Polícia Militar Ambiental (BPMA) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). As ações ocorreram por vias aéreas, fluviais e terrestres tem foco na repressão da pesca predatória, o transporte irregular do pescado, além da caça, do tráfico de animais silvestres, entre outros crimes ambientais.  

Entenda

A prática da pesca amadora esportiva na modalidade “pesque e solte” com a utilização de anzol sem fisga, exige o porte da carteira de pesca amadora, emitida pelo Naturatins. Os estoques de peixes in natura, congelados ou não, mantidos nos frigoríficos, peixarias, entrepostos e demais postos de venda devem constar na Declaração de Estoque de Pescado (DPE). E esse documento deve permanecer disponível no local do armazenamento do pescado, juntamente com a documentação de comprovação de procedência.   

Para consultar todas as regras do período de defeso da Piracema 2021/2022 no Tocantins, clique em Portaria/Naturatins nº 171, de 01 de novembro de 2021.   

Denúncia  

O Naturatins disponibiliza o canal Linha Verde, para denúncia de crime ambiental no Tocantins, através de chamada telefônica basta ligar para o 0800 063 1155; por mensagem de texto ao Linha Verde Zap no (63) 99106-7787; e via internet com registro no Portal de Serviços do site do Instituto, através do Sigam, no Linha Verde – Denúncia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *