fbpx

Cinthia Ribeiro afirma que irá apurar falha no sistema de vacinação palmense e informa que abrirá cadastro para vacinação

Imagem: Divulgação

Por João Pedro Gomes

Após pessoas fora da faixa etária prevista para imunização em Palmas receberem doses da vacina contra a Covid-19, a prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB), informou nesta segunda-feira (17) que o município irá abrir um cadastro para pessoas que quiserem receber doses que sobrarem ou estiverem perto do prazo de vencimento.

O ocorrido se sucedeu no fim da semana passada porque as doses da Pfizer possuem um tempo de validade curto após o descongelamento, e para evitar que as vacinas estragassem, diversas pessoas fora das idades prioritárias, mas com comorbidade, receberam a vacina. 

“Na realidade, dentro dessas sobras de vacinas, existe a necessidade e principalmente se tratando da vacina Pfizer, como foi colocada no final de semana, existe a necessidade de aproveitamento dessas doses. Onde houve a falha? Na comunicação de tudo isso”, pontuou a gestora da capital.

“Eu determinei imediatamente à diretoria de vigilância e saúde que fosse aberto um cadastro onde as pessoas pudessem ter acesso e transparência, lembrando que as doses são restos de frascos. Então, são poucas doses”, afirmou a prefeita. 

A gestora afirmou que um link será disponibilizado nos sites da prefeitura e da Secretaria Municipal de Saúde (SES), mas não informou quando. Ainda não foi informado se o cadastramento será apenas para pessoas de todas as idades que possuam comorbidades ou para toda a população palmense. 

Cinthia também afirmou que houve uma falha gravíssima e será apurada: “Houve uma falha, a meu ver, gravíssima, quanto à comunicação disso que deveria ter sido de forma ampla nas páginas oficiais da prefeitura e não no formato que foi no boca a boca da autorização, dentro dos postos de saúde (…) também determinei ainda sobre a celeuma desse assunto que fosse aberto um processo administrativo para apurar qualquer irregularidade sobre esse formato da decisão, assim como a lista de todos os vacinados com as comorbidades”, finalizou.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *