fbpx

Comércio palmense tem queda de vendas, mas ainda assim positiva

Foto: Aline Batista/Ascom CDL Palmas

Por Luiz Filho

O ano de 2020 pegou todos de surpresa, isso é um fato. O comércio de Palmas sentiu o baque e muitos empresários precisaram se reinventar nesse meio tempo para conseguirem continuar abertos. Porém já no segundo semestre as vendas começaram a melhorar, ainda que de uma forma lenta.

Datas como natal e campanhas como do Natalzão CDL, ajudaram com que os números de vendas aumentassem para o comércio local em Palmas. Mas ainda assim, o comércio palmense fechou o ano com uma queda de 0,3% se comparada ao ano de 2019. Em contrapartida, o número de negativações caiu 13%.

O ano começou com 79 mil documentos negativados em Palmas, o equivalente a R$ 62 milhões em dívidas a receber. Mas é um número menor, se comparado ao ano anterior, representando uma queda de 13%. Ou seja, ainda que os números de vendas não tenham sido tão positivos, e ainda tenha tido uma queda, os números ainda bons para o comércio local, uma vez que ainda durante a pandemia, foram apenas 0,3% de queda e diminuiu o número de endividados.

Em nota divulgada pela CDL Palmas, o presidente da entidade, Silvan Portilho, disse que apesar de se tratar de um número negativo, em porcentagens é positivo. “O comércio perdeu muitas vendas para o e-commerce. Nossas campanhas para incentivar a compra no comércio local surtiram efeito, pois o índice de queda foi mínimo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *