fbpx

Crimes por conflito agrário serão investigados na Operação ‘Terra Arrasada’, da deflagrada pela Polícia Federal

Imagem: Divulgação/Polícia Federal

Por João Pedro Gomes

Nesta quarta-feira (11) a Polícia Federal deflagrou a Operação “Terra Avasada”, que pretende investigar diversos crimes decorrentes de conflitos agrários entre fazendeiros e posseiros na Terra da União (Gleba Anajá), no município de Palmeirante. 

A operação tem esse nome pois faz alusão a uma estratégia de guerra em que os combatentes queimam ou destroem suas próprias terras para que, desta maneira, inimigos não possam utilizar de seus bens. 

Com o objetivo de colher elementos e provas que identifiquem todos os envolvidos no atentado ao assentamento “Maria Bonita”, local onde os assentados têm sido vítimas de ameaças, sequestros, roubos, homicídios e outros crimes; além disso, visa evitar também outras ações criminosas. A investigação teve início no dia 06 de agosto deste ano. 

Os suspeitos poderão responder pelos crimes de homicídio, tentativa de homicídio, roubo, incêndio, invasão de terra da União, invasão de domicílio, sequestro, porte ilegal de arma de fogo, esbrulho processório e organização criminosa, na medida de suas culpabilidades.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *