fbpx

Decreto de Araguaína determina que servidores públicos do município podem ser exonerados por aglomerar durante a pandemia

Imagem: Marcos Sandes/Prefeitura de Araguaína

Por João Pedro Gomes

De acordo com o novo decreto da prefeitura de Araguaína, publicado nesta quinta-feira (27), servidores públicos do município que forem flagrados em festas, descumprindo as medidas de prevenção à COVID-19, poderão ser exonerados após responderem a procedimento disciplinar.

A medida foi tomada pois ao passo que o número de casos vêm aumentando significantemente na cidade, o registro de festas clandestinas também. Isso levou ao endurecimento das medidas de prevenção ao novo coronavírus em Araguaína, como toque de recolher. 

O novo decreto afirma que as ocorrências envolvendo os servidores diretos e indiretos da administração municipal serão investigados. “Apesar do servidor fazer parte da sociedade, ele faz parte do Poder Público que deve dar exemplo, principalmente neste momento de pandemia. A avaliação determinará se o servidor será advertido, suspenso ou exonerado”, informou o procurador-geral da cidade, Gustavo Fidalgo. 

Foi informado que a lotação da rede pública de saúde está com 100% das UTIs do Hospital Regional e Municipal de Combate à Covid-19 ocupadas. Araguaína é o segundo município com mais casos no Tocantins, com 29.839 casos e 390 óbitos, segundo o boletim epidemiológico estadual. 

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *