fbpx

Decreto declara situação de emergência e proibição de Carnaval em Gurupi

Imagem: Governo do Tocantins

Por João Pedro Gomes

A Prefeitura de Gurupi divulgou um novo decreto na última quarta-feira (06) e, nele, a situação de emergência da saúde pública foi declarada. O documento, assinado pela prefeita Josi Nunes (PROS), informa que em decorrência da pandemia de COVID-19, o Carnaval e qualquer evento que resulte em aglomeração estão terminantemente proibidos, com penalidades administrativas, cíveis e criminais. 

Estão vetados eventos artísticos, culturais, esportivos, educacionais, científicos, e festas em geral. Cerimônias da administração pública ou autorizadas por ela, assim como a emissão de novos alvarás também estão suspensas; alvarás já emitidos foram cancelados.

Cenário da cidade

O município de Gurupi é o terceiro mais afetado pela pandemia no Tocantins. A cidade tem 4.950 casos confirmados e 60 pessoas morreram em decorrência da doença, de acordo com o último boletim divulgado.

Mais novidades no decreto

O decreto mantém a suspensão das aulas presenciais na rede pública até o dia 31 de janeiro. As matrículas na cidade começam na semana que vem, e ao que tudo indica, as aulas ainda serão remotas nos primeiros meses do ano.

O horário de expediente das repartições públicas será de seis horas corridas, das 8h às 14h, por tempo indeterminado, com exceção apenas para os locais sujeitos ao regime de plantão.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *