fbpx

Dermatite da Mariposa é assunto de palestra após registro de casos na capital

A dermatite da mariposa é uma reação alérgica às cerdas eliminadas pela mariposa, da espécie Hylesia. Crédito: Gabriel Paladino.

Por Gabriela Santos 

Após o registro de nove casos de dermatite da mariposa, a Prefeitura de Palmas promove uma  palestra para auxiliar a rede de saúde do Município a detectar a doença. De acordo com a pasta, a ação é voltada para médicos tanto da rede pública quanto da rede particular e ocorrerá por videoconferência na plataforma Zoom, na próxima quarta-feira, 13, às 19h30.

A Prefeitura informou que são 300 vagas disponíveis e os profissionais interessados podem se inscrever por meio do e-mail urrcievspalmas.to@gmail.com, onde devem ser encaminhados nome completo e contato telefônico/WhatsApp. 

Doença 

Segundo a pasta, a dermatite da mariposa é uma reação alérgica às cerdas eliminadas pela mariposa, da espécie Hylesia, no momento do voo, caracterizada por lesões e coceira. As lesões duram até 15 dias e são caracterizadas por carocinhos vermelhos que causam coceira intensa, geralmente no pescoço, braços e mãos. 

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *