fbpx

Dia Mundial da Luta Contra a Malária: Entenda a importância do combate à doença

Nesta segunda-feira, 25, celebra-se o Dia Mundial da Luta Contra a Malária, instituído pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Crédito/Foto: Divulgação.

Por Gabriela Santos 

Nesta segunda-feira, 25, celebra-se o Dia Mundial da Luta Contra a Malária, instituído pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Segundo informações divulgadas pela Prefeitura de Palmas, é realizado um monitoramento contínuo da malária na Capital, pois de 2018 a 2021 foram registrados 29 casos importados da doença, ou seja, de pessoas que foram infectadas em outros estados e países. 

De acordo com  a pasta, mesmo não registrando casos autóctones é realizada uma vigilância do agravo é contínua, pois o mosquito transmissor circula em Palmas e a malária é uma doença parasitária infecciosa transmitida pela picada da fêmea de mosquito do gênero Anopheles.

A Prefeitura alertou ainda sobre o fator do desmatamento, ao ser feito o mosquito sai do seu ambiente natural, que é a floresta, e se adapta muito bem na área urbana, facilitando a transmissão. No Brasil a doença tem elevada incidência na região amazônica, que concentra 99,9% dos casos registrados no país. 

Como acontece a transmissão 

A malária é transmitida através da picada da fêmea de mosquitos do gênero Anopheles, infectadas pelo protozoário do gênero Plasmodium. Os principais sintomas são: febre alta, calafrios, tremores e sudorese. Para se prevenir, recomenda-se o uso de mosquiteiros; roupas que protejam pernas e braços; telas em portas e janelas e uso de repelentes. 

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *