fbpx

Dono de hotel em Alvorada é condenado a indenizar em R$ 20 mil casal gay que sofreu discriminação pelo empresário

Foto: Divulgação

Por João Pedro Gomes

Joidson Bezerra de Araújo, proprietário do Hotel Vitória, foi condenado pela Justiça a pagar R$ 20 mil de indenização a um casal homoafetivo pelo crime de homofobia. Em dezembro de 2019, o dono do hotel expulsou o casal alegando que não aceitava que gays se hospedassem no local. A sentença é de primeira instância e cabe recurso no prazo de até 10 dias. 

O casal estava no município de Alvorada às vésperas do Natal de 2019 para passar férias com a família de um deles e já haviam realizado check-in e feito o pagamento quando um funcionário informou que eles deveriam se retirar do local a pedido do dono do estabelecimento. 

Fabiano Gonçalves Marques, juiz da 1ª Escrivania Cível de Alvorada, entendeu que é “clarividente que as partes sofreram sim preconceito de ordem homofóbica. E não por parte do atendente que lá estava cumprindo ordens, mas por parte do proprietário do estabelecimento, ora réu”. A decisão é desta quinta-feira, 30.

“Não bastasse toda prova documental, audiovisual, a prova testemunhal não deixa dúvidas de que a alegada exigência de certidão de casamento para fins de hospedagem foi argumento usado pelo réu para minimizar o impacto de sua postura, após ser informado pelos autores de que estes procurariam a delegacia local para informar o crime de racismo sofrido por si”, complementou.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *