fbpx

Educação estadual agora conta com aplicativo que avalia fluência de leitura dos estudantes

Alunos da Escola Estadual Beira Rio realizaram testes de fluência. Crédito/Foto: Mari Rios / Governo do Tocantins.

Por Gabriela Santos 

Foi iniciada a aplicação dos testes de fluência de leitura nas escolas da rede estadual que ofertam as séries iniciais do Ensino Fundamental. Segundo informações divulgadas pelo Governo do Estado, para realizar a avaliação, as unidades de ensino utilizaram uma plataforma adquirida para a implementação do Programa de Recomposição das Aprendizagens (Recomeçar).

A pasta informou que o teste de leitura é a segunda fase do diagnóstico voltado para os alunos do 2º ao 6º ano do Ensino Fundamental, que também já passaram por avaliação das habilidades nos componentes de língua portuguesa e matemática. A fluência em leitura é a habilidade e precisão que o leitor tem em decodificar um texto. Os leitores que estão em processo de escolarização apresentam diferentes níveis de velocidade e precisão de leitura.

De acordo com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), o aplicativo utilizado capta o áudio e por meio da análise da dicção e velocidade de leitura consegue apresentar os diagnósticos. Isso vai indicar se a criança é uma pré-leitora, leitora básica ou fluente. A partir das dificuldades identificadas nesta avaliação, o professor vai trabalhar para superar os obstáculos de aprendizagem. 

Recomeçar

A Seduc divulgou que o teste de fluência é uma das ferramentas de operacionalização do Recomeçar que atua em três frentes: acolhimento, diagnóstico e recomposição da aprendizagem.

O aplicativo de fluência, desenvolvido pelo Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd), busca entender o nível de proficiência de leitura.

O Tocantins é o 7º estado a adquirir o software que auxiliará na avaliação,  monitoramento e execução do Recomeçar. As informações coletadas e relatórios apresentados pela plataforma sobre o real desenvolvimento dos estudantes nortearão o planejamento para a recomposição da aprendizagem.

O Recomeçar foi desenvolvido pela equipe pedagógica da Seduc e será realizado de forma sistemática em todas as escolas da rede estadual de ensino durante o primeiro semestre letivo. A pasta salientou que o programa visa adequar as habilidades e as competências dos estudantes ao ano ou série em que ele está matriculado por meio de quatro eixos de trabalho: diagnóstico das aprendizagens dos estudantes durante o período de pandemia; recomposição da alfabetização e letramento matemático, com atividades em sala de aula; avaliações contínuas e monitoramento; e, por fim, a avaliação de saída que será aplicada no final do processo.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *