fbpx

Em 2021, produção de sorgo deve aumentar em 48% no Tocantins

Foto: Juliano Ribeiro


Por Ivan Trindade

Conforme levantamento realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a colheita de sorgo no Tocantins, que agora já está com 85% do grão recolhido, aponta um crescimento de 48% em relação à safra passada. A safra 2019/20 produziu 72,2 mil toneladas, saltando para 106,7 mil toneladas.

Ainda segundo a Conab, a área de plantio também acompanha esse crescimento. Na safra anterior foram plantados 34,2 mil hectares de sorgo, nesta safra 2020/21, foram 50,6 mil hectares, sendo 48 % de aumento na área cultivada. A produtividade alcançou bons resultados, uma média de 2,1 mil quilos por hectares.

De acordo com o engenheiro agrônomo da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), Ricardo Taques, o aumento da área e produção de sorgo se deve a vários fatores. “Ocorreu que devido ao atraso da colheita da soja, que atrasou o plantio do milho safrinha, sendo que o sorgo é menos exigente em umidade que o milho, diminuindo o risco e também pelos bons preços praticados no mercado”, explicou.

No Tocantins, os principais municípios cultivadores do sorgo são: Campos Lindos, sendo maior produtor, com 9 mil hectares plantados, seguidos da região de Gurupi, com 11 mil, e região de Porto Nacional, com 5,5 mil hectares.

Grão

O sorgo é essencial na alimentação bovina e pequenos animais (porcos e galinhas). Tem características de valor nutricional que é bastante influenciado pelas condições do ambiente onde é feito plantio e também varia entre as cultivares. O grão  inteiro possui em média uma composição química que apresenta 71,8 % de amido, seguido por 11,3% de proteínas, 3,4 % de lipídios, 2,7% de fibra alimentar e 1,7% de cinzas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *