fbpx

Entenda a importância da prevenção contra a Malária

A enfermidade infecciosa aguda é transmitida pela picada da fêmea do mosquito anopheles, infectada pelo microrganismo plasmodium. Crédito: Divulgação Saúde.

Por Gabriela Santos 

Na segunda-feira, 25, é o Dia Mundial da Luta Contra a Malária. A data, traz um alerta a população para a prevenção à doença e recomenda às secretarias municipais de saúde a realização de ações de conscientização sobre a enfermidade.

Segundo informações divulgadas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) é feito rotineiramente, o monitoramento de casos da enfermidade no Estado. O Tocantins está com dois anos sem registro de caso autóctone, ou seja, doença contraída na zona de residência.

No primeiro trimestre de 2022 houve aumento de 17% nos casos da doença, com sete casos. Em 2021, foram registrados seis casos no mesmo período. 100% dos casos notificados são importados, ou seja, pessoas que adoeceram em outros Estados e foram diagnosticadas e tratadas no Tocantins.

Prevenção

De acordo com a pasta, as medidas de prevenção à malária podem ser feitas de forma individual e coletiva. As ações individuais são a instalação de mosquiteiros; uso de roupas que protejam pernas e braços; telas em portas e janelas e o uso de repelentes.

Já nas medidas coletivas, devem ser feitas obras de saneamento para eliminação de criadouros do vetor, aterro, limpeza das margens dos criadouros, controle da vegetação aquática, melhoria da moradia, entre outros.

A doença

Segundo informações divulgadas pela pasta, a malária é uma doença infecciosa transmitida pela picada da fêmea do mosquito anopheles, infectada pelo microrganismo plasmodium. O microorganismo é transmitido ao ser humano pelo sangue e causa dores de cabeça e musculares, calafrios, febre alta e muito suor.

O paciente infectado recebe tratamento em nível ambulatorial, com medicamentos fornecidos gratuitamente, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Sistema Único de Saúde (SUS). Apenas nos casos graves os pacientes deverão ser hospitalizados.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *