fbpx

Especialistas alertam para cuidados necessários durante período de clima quente e seco

Foto:Divulgação/Internet

Por Ivan Trindade

É comum nesta época do ano que climas altos e secos sejam registrados no Estado, principalmente em Palmas. Temperaturas mais altas, baixa umidade do ar e o tempo seco são por diversas vezes a porta para irritação na garganta, no nariz e nos olhos. Inclusive, para as pessoas que têm doenças respiratórias como asma, rinite alérgica ou bronquite crônica, o mal-estar é ainda maior.

Para a imprensa, a médica especialista em Saúde da Família e Comunidade, Andreia Zanon, que atua na rede de saúde de Palmas, emitiu alguns alertas que a população deve estar sempre atenta. Conforme a especialista, devido às mudanças climáticas, as vias aéreas são uma das partes do corpo que mais sofrem com as variações do clima. Portanto, a primeira recomendação é a ingestão de bastante água, o que ajuda a aliviar a irritação na garganta. “Outra forma de aliviar os sintomas é lavar as narinas com soro fisiológico, pois também ajuda a diminuir o desconforto no nariz”, disse.

“Quando o tempo estiver muito seco, o uso dos vaporizadores, principalmente na hora de dormir, ajuda a amenizar o clima. Um detalhe deve ser levado em consideração no uso do umidificador: é importante cuidar para que o ambiente não fique úmido demais, de modo que favoreça o crescimento de fungos. A bacia de água ou a toalha úmida no quarto também ajudam a umidificar o ambiente”, comentou a médica ao pontuar que em dias muito secos, é melhor evitar a realização de exercícios físicos nos horários mais quentes, entre o fim da manhã e o início da tarde.

Em relação aos olhos, ela diz que é comum as pessoas sentirem mais secos. “Devido ao clima seco, as lágrimas evaporam mais, o que faz com que as pessoas tenham a sensação de olho seco. Com os olhos secos, fica mais vulnerável a alergias e conjuntivites. O ar condicionado agrava ainda mais a situação”, destacou Andreia ao lembrar que para aliviar a secura dos olhos, as pessoas devem usar colírios do tipo lágrima artificial, que evitem coçar e não deixem de higienizar bem as mãos antes de tocar os olhos, principalmente para as pessoas que usam lentes de contato.

Orientações:

  • Tome banhos rápidos, sem bucha e com água morna;
  • Use sabonetes neutros e, após o banho, segue a pele suavemente;
  • Tenha sempre ao seu alcance hidratantes labiais e corporais;
  • Beba muita água.
  • Agumas doenças de pele também podem surgir ou se agravar com a baixa umidade, como a dermatite atópica, uma alergia crônica que pode formar crostas e soltar secreções, e a psoríase, doença inflamatória que geralmente forma lesões nos joelhos, cotovelos e no couro cabeludo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *