fbpx

Feira Brasileira de Jovens Cientistas está com inscrições abertas para alunos do Ensino Médio e EJA da rede estadual

Alunos do Ensino Médio e EJA das escolas estaduais podem se inscrever na 3ª edição da FBJC. Crédito: /Governo do Tocantins.

Por Gabriela Santos 

As inscrições para a 3ª edição da Feira Brasileira de Jovens Cientistas (FBJC) estão abertas até o dia 20 de abril. Segundo informações divulgadas pelo Governo do Tocantins, o evento virtual acontece entre os dias 23 e 26 de junho com participação aberta para  alunos do Ensino Médio e EJA da rede estadual de educação. 

De acordo com a pasta, podem participar da feira, estudantes que tenham projetos de pesquisa e demais interessados que desejam participar de palestras e discussões atuais sobre ciência, tecnologia e inovação. Para os estudantes que não que não possuem projetos as inscrições poderão ser realizadas até o dia 28 de maio. 

Conforme foi divulgado pelo Governo do Tocantins, Os participantes concorrem a prêmios em dinheiro, além de credenciais para a Conferência Internacional de Jovens Cientistas 2023 e feiras nacionais, além de reconhecimentos de instituições como a Academia Nacional de Engenharia (ANE), Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), Embaixada dos EUA, e a Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular (SBBq). Os melhores colocados por área do conhecimento e as equipes destaques da Maratona de Inovação receberão medalhas.

Feira Brasileira de Jovens Cientistas

O encontro tem o propósito de transformar a nova geração de cientistas. Nas últimas duas edições a FBJC recebeu a participação de 466 projetos finalistas e impactou mais de 2 mil alunos de todas as regiões do Brasil. Dentre eles, 75% eram de instituições públicas de ensino. A Feira já contou com a participação de 700 avaliadores universitários e a presença de palestrantes como o youtuber Felipe Castanhari e os cientistas Marcelo Gleiser, Márcia Barbosa e Jaqueline Góes.

Segundo a organização, o objetivo central do evento é democratizar o acesso à ciência para jovens. Para isso, facilita o alcance de oportunidades científicas, além de integrar, desenvolver, conectar e valorizar o potencial de jovens cientistas e o impacto de seus projetos. Neste ano, a programação inclui workshops, apresentação dos projetos, atividades interativas e culturais e uma Maratona de Inovação, atividade interativa na qual as equipes deverão buscar soluções inovadoras e criativas para desafios indicados por iniciativas e organizações brasileiras de impacto social.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *