fbpx

Gasolina: uma gota que vale ouro

Foto: Divulgação/Internet


Por Ivan Trindade

R$ 1,509. Esse é o valor que o palmense está pagando a mais hoje pelo litro da gasolina, isso claro, se comparado o atual preço médio (R$ 5.589), com o cobrado no mesmo período no ano passado (R$ 4,390). As informações foram coletadas com a pesquisa de preço que é realizada semanalmente pelo Procon Tocantins. Sobre o etanol, o crescimento foi de R$ 1,190, e do diesel de R$ 0,920.

A última atualização foi fornecida no último 9 de março, quando a Petrobras reajustou 8,8% o preço da gasolina e 5,5% do diesel. Esse, inclusive, foi o sexto aumento consecutivo da gasolina em 2021, e o quinto do diesel. Os preços da gasolina nas refinarias da Petrobras acumulam alta de 54% e o do diesel, de 41%. 

Em recente nota encaminhada à imprensa, Paulo Tavares, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes do Distrito Federal (Sindicombustíveis-DF), afirmou que é possível que, em alguns postos nas capitais do País, a gasolina passe dos R$ 6 nas bombas, o que atualmente, já é quase que a realidade do palmense. 

Em justificativa, a Petrobras afirmou que o reajuste reflete o aumento da cotação do petróleo no mercado internacional e a disparada do dólar. Com isso, o litro da gasolina nas refinarias passará a custar, em média, R$ 2,84, ou R$ 0,23 a mais do que o valor vigente até esta segunda. O diesel será vendido por R$ 2,86 por litro, com alta de R$ 0,15 por litro.

Conforme o último índice de preços Ticket Log (IPTL), publicado no último dia 9 de março, o preço médio da gasolina nos mais de 19 mil postos cadastrados pelo Brasil é de R$ 5,569. Já o valor médio do diesel é R$ 4,337. Ainda no pensamento da pesquisa, é apontada a ideia de que petróleo, que no início da pandemia do novo coronavírus chegou a custar US$ 30 (R$ 169,63) o barril, hoje está em US$ 68,13 (R$ 385,23), um avanço de 126%. A disparada no preço da commodity fez com que a estatal precisasse corrigir seus preços recorrentemente, devido à política de Paridade de Importação (PPI), adotada pela Petrobras em 2016, que prevê reajustes no Brasil à medida que a cotação sobe no mercado internacional. Logo, o aumento acaba por chegar de formas brutais ao consumidor final: eu e você. 

É importante ressaltar que a última vez que os combustíveis reduziram o valor nas refinarias foi em maio de 2020. De acordo com o Governo Federal, ao reajustar os preços, a Petrobrás se alinha às cotações do petróleo no mercado internacional, que deram uma guinada na última semana, após a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) anunciar cortes na produção.

Confira o crescimento do preço cobrado pelos combustíveis na Capital: (informações do Procon Tocantins)

Gasolina comumEtanolDiesel
30 de março de 2018R$ 4,350R$ 3,500R$ 3,099
30 de março de 2019R$ 4,379R$ 3,290R$ 3,299
30 de março de 2020R$ 4,390R$ 3,390R$ 3,039
30 de março de 2021R$ 5,899R$ 4,580R$ 3,959


Weber Matos, funcionário de um banco da Capital, afirmou que tem sido cada dia mais difícil abastecer seu carro, dado o fato de que semanalmente, ao que parece, os preços estão subindo. “Lembro de uma época que era mais fácil colocar um tanque cheio de gasolina no meu carro”, disse.

Em recente medida, visando a diminuição dos valores, isso, conforme o Executivo, o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) redigiu dois decretos ainda no começo de 2021. Desde então, os postos são obrigados a detalhar a composição do preço dos combustíveis na bomba. Somado a isso, a União zerou o imposto federal incidente na gasolina e no diesel. 

Contudo, segundo economistas, essas modificações podem não ser capazes de conter o avanço do preço. Uma vez que recentemente, a Opep anunciou que manterá os cortes na produção de petróleo até abril , fazendo com que ainda em março possa ocorrer um novo reajuste. A manutenção dos cortes é uma vitória para a Arábia Saudita, principal produtor mundial da commodity, que tem pressionado consistentemente por uma maior restrição da produção. 

Material também publicado na 13ª Edição da Revista PMW Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *