fbpx

Governador Mauro Carlesse é convocado para depor na CPI da COVID, em Brasília

Foto: Sergio Lima / Folha Imagem

Por João Pedro Gomes

O governador do Estado, Mauro Carlesse (PSL), foi convocado nesta quarta-feira (26) para prestar depoimento na CPI da Covid no Senado Federal, em Brasília (DF). O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) requereu que o governador elucide alguns fatos nas investigações realizadas pela Polícia Federal na Operação Personale. 

Em duas fases da operação, ocorridas em junho e dezembro de 2020, suspeitas de superfaturamento em contratos para a compra de máscaras N95 que seriam utilizadas por profissionais da saúde durante o enfrentamento ao vírus foram investigadas pela Polícia Federal.

A compra de 12 mil máscaras de duas empresas foi apurada na primeira fase, pois o governo pagou R$ 35 mil por unidade, mesmo que no processo de licitação para a compra dos equipamentos os mesmos itens custavam entre R$ 1,93 e R$ 3,64. Além disso, na segunda fase, um terceiro contrato para a compra de 88 mil máscaras do mesmo modelo (com valor unitário a R$ 29,35) foi investigado.

A primeira compra chegou a R$ 420 mil, e a segunda a R$ 2.582.800,00. O depoimento do governador ainda não possui data marcada, e o governador ainda não informou se vai cumprir a convocação para depor. 

Além de Carlesse, outros oito governadores, um ex-governador e uma vice-governadora também foram convocados para prestar esclarecimentos na comissão. A CPI busca apurar ações e omissões da União durante a pandemia, que resultaram no agravamento dos resultados da pandemia.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *