fbpx

Governo do Estado prorroga por mais 15 dias serviço home office dos servidores e decreta ponto facultativo no dia 1º

Imagem: Esequias Araújo

Por João Pedro Gomes

Foi decretado pelo governador do Tocantins, Mauro Carlesse (DEM), ponto facultativo no dia 1º de Abril — data anterior ao feriado nacional denominado Paixão de Cristo —, e a prorrogação por mais 15 dias de home office para os servidores do Estado. 

“Estamos diante de uma guerra contra o coronavírus e precisamos unir o máximo de esforços possíveis para conter a proliferação desse vírus. Nossos profissionais da área da Saúde estão exaustos e os leitos de UTIs estão cada vez mais lotados. Não podemos perder essa batalha e precisamos preservar o máximo possível de vidas. Infelizmente, esta semana chegamos à marca dos 2 mil mortos pela doença no Tocantins. Por isso, peço que, principalmente, os servidores públicos do Estado e dos Municípios,  fiquem em casa neste período e tomem todas as medidas de segurança contra a COVID-19 como lavar bem as mãos, usar máscara e álcool em gel”, afirmou o governador por meio de nota oficial.

As medidas, que foram publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (30), surgiram como uma ação para o enfrentamento da COVID-19 no Tocantins. A proibição da realização de eventos e reuniões de qualquer natureza também segue válida, sendo monitorada pela Força-tarefa Tolerância Zero, operação que atua no impedimento destes eventos e aglomerações. 

As multas para pessoas físicas variam entre R$ 50,00 e R$ 2mil; Já as advertências para pessoas jurídicas oscilam entre R$ 500 e R$ 20 mil, além de advertência, interdição parcial ou total do local, cancelamento de autorização para funcionamento da empresa e do alvará de licenciamento do estabelecimento. 

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *