fbpx

Governo do Tocantins divulga orientações para o uso do App Cadastro Único

O aplicativo é uma ferramenta de consulta e pré-cadastro para famílias de baixa renda que vivem em situação de vulnerabilidade social. Crédito/Foto: Carlessandro Souza/Governo do Tocantins.

Por Gabriela Santos 

O Governo do Tocantins divulgou orientações às famílias em situação de vulnerabilidade que ainda não estão inscritas no Cadastro Único ou aquelas que necessitam acessar seu cadastro. De acordo com informações da pasta, a proposta é informar sobre as vantagens de utilizar a plataforma. 

O Aplicativo Cadastro Único é mais uma ferramenta que o Governo Federal  disponibiliza para facilitar o acesso às informações do CadÚnico aos cidadãos. Segundo divulgação feita pela pasta, acessando o aplicativoa além de realizar um pré-cadastro, o usuário pode  obter informações tais como: consultar seu Número de Identificação Social (NIS), código familiar, situação cadastral, data da última atualização e data limite para uma nova atualização cadastral por meio do aplicativo do Cadastro Único. Pode também ver os dados de identificação do responsável pela Unidade Familiar, dados da família e de seus membros.

A pasta informou que  o atendimento presencial nos postos do CadÚnico, dentro dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), ainda é necessário para confirmação dos dados cadastrais. Depois de fazer o pré-cadastro, o beneficiário tem 120 dias para comparecer ao Posto do Cadastro Único, do Cras de seu município, para confirmar e completar as informações do seu CadÚnico

O Governo do Tocantins salientou ainda que as ferramentas da plataforma digital possibilitam às pessoas que não tiverem nenhuma alteração dos dados cadastrais, como alteração de renda na composição familiar, endereço, ou escolaridade, apenas para fazer a atualização por confirmação dos dados no aplicativo. 

Cadastro Único

Segundo informações divulgadas pela pasta, o Cadastro Único do Governo Federal é a principal base de dados para identificar a situação em que vivem as famílias de baixa renda, é requisito obrigatório para receber os auxílios governamentais.

A ferramenta permite que o governo tenha acesso a informações como identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda, residência e utilize os dados para seleção e inclusão das famílias em programas sociais do governo federal.

Entre os benefícios que exigem o CadÚnico estão o Programa Auxílio Brasil (substituto do Bolsa Família), Tarifa Social de Energia Elétrica, Programa Casa Verde Amarelo, Auxílio Gás, isenção de taxa em concursos públicos, entre outros.

Para se inscrever no Cadastro Único quem comprovar que: Têm renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 606,00); ou têm renda mensal familiar total de até três salários mínimos (R$ 3.636,00); ou ainda se possuir renda maior que três salários mínimos, desde que o cadastramento esteja vinculado à inclusão em programas sociais nas três esferas do Governo.

Usuários no Tocantins 

De acordo com informações do CadÚnico, o Tocantins possui, atualmente,  328.913 mil pessoas cadastradas no Cadastro Único. Deste total, 39%   das famílias vivem em situação de extrema pobreza, 12% em situação de pobreza, 26% são famílias de baixa renda e 23% das famílias possuem renda acima de meio salário mínimo.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *