fbpx

Histórica: a skatista maranhense Rayssa Leal, conhecida como ‘fadinha’, garante a medalha de prata para o Brasil nas Olimpíadas 2021 aos 13 anos de idade

Imagem: Patrick Smith/Getty Images

Por João Pedro Gomes

Se tornando a atleta brasileira mais jovem da história das Olimpíadas a participar e ser premiada, Rayssa Leal, a fadinha skatista, garantiu aos 13 anos de idade a medalha de prata para o Brasil nesta segunda-feira (26) nas Olimpíadas de Tóquio deste ano.

“Eu estou muito feliz, porque pude representar todas as meninas, a Pamela e a Letícia, que não se classificaram, todas as meninas do skate e do Brasil. Poder realizar meu sonho de estar aqui e ganhar uma medalha é muito gratificante. Meu sonho e sonho dos meus pais”, comemorou a adolescente.

O recorde de atleta mais jovem premiada era de Talita Rodrigues, de 13 anos e 347 dias, nadadora que chegou à final no 4x100m livre nos Jogos de Londres, em 1948. Rayssa possui 13 anos e 203 dias de vida. 

O ouro foi conquistado pela japonesa Momiji Nishiya, também de 13 anos, porém, apenas cinco meses mais velha que a fadinha. Enquanto a maranhense somou 14,64 na final, Nishiya chegou à marca de 15,26.

Nas redes sociais, os brasileiros comemoraram orgulhosos da jovem atleta:

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *