fbpx

Justiça fiscaliza atraso na realização de cirurgias e na entrega de medicamentos em Unidade de Saúde de Palmas

A vistoria aconteceu na última quarta-feira, 9. Crédito/Foto: Marcelo de Deus/MPTO

Justiça verifica atraso na realização de cirurgias e na entrega de medicamentos em Unidade de Saúde de Palmas

Por Gabriela Santos 

A Unidade de Saúde da Família situada na quadra 409 norte, em Palmas passou por vistoria realizada pelo Ministério Público do Estado do Tocantins, na última quarta-feira, 11. De acordo com divulgação feita pelo MP/TO  a visita teve como objetivo averiguar ala de cirurgias.

Segundo informações do órgão, durante a inspeção, foi relatado que as cirurgias ginecológicas estão sendo realizadas em Miracema, obrigando o deslocamento da equipe de profissionais de saúde e pacientes de Palmas para o município e, consequentemente, aumentando os custos para operação e prejudicando a realização das cirurgias   com uma maior frequência. Também foi informado que diversos pacientes da Unidade necessitam da realização de cirurgia de fimose – procedimento realizado por urologistas. Ainda foi observado que a unidade necessita de instalação de grades nas janelas.

O Ministério informou ainda que a coordenadora da Unidade relatou que um paciente diagnosticado com “Síndrome de Guillain Garré” recebeu o medicamento “Imunoglobulina Humana” da Assistência Farmacêutica do Estado, que deveria ser ministrado em ambiente hospitalar. O medicamento custa, em média R$ 45.000,00, mas não foi utilizado, visto que a entrega foi tardia e, segundo o profissional médico que atendeu o paciente, o medicamento não é mais necessário pela demora na oferta.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *