fbpx

Mais de 18 mil metros de redes são apreendidos pelo Naturatins somente nos primeiros meses de 2022

Por Gabriela Santos 

O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) divulgou que nos quatro primeiros meses deste ano foram retirados dos rios e lagos do Estado quase 19 mil metros de redes de diversas malhas, usadas na prática de pesca predatória.De acordo com a pasta, a pesca com redes é proibida em todo o território tocantinense, uma vez que não respeita tamanho, espécie ou quantidade de pescado e seu uso é considerado pela legislação vigente como crime ambiental.

O Naturatins informou que no primeiro quadrimestre de 2022 foram realizadas 503 ações de fiscalização e 41 operações. Além disso, durante os primeiros meses do ano, foram lavrados 306 autos de infração, 223 notificações, 117 termos de embargo e 51 termos de apreensão. Durante as ações e operações de fiscalização foram apreendidos ainda mais de 160 quilos de peixes, que foram doados às comunidades carentes dos municípios onde ocorreram as apreensões.

Denúncia 

A pasta divulgou que de janeiro a abril, foram atendidas 118 denúncias feitas pelos canais Linha Verde (0800 063 1155) e Linha Verde Zap (63 – 9106-7787). O Naturatins ressaltou ainda que o Linha Verde Zap é um serviço que funciona exclusivamente para o recebimento de mensagens para o registro de denúncias. Caso o denunciante queira falar com alguém, deve utilizar o 0800.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *