fbpx

Mais de 34 mil pessoas não voltaram para tomar segunda dose de vacina contra Covid-19 no Tocantins

Foto: Ascom SES/TO

Por Ivan Trindade


34.408 pessoas ainda não tomaram a segunda dose da vacina contra Covid-19, no Tocantins. A informação foi confirmada por um levantamento da Secretaria de Estado da Saúde (SES). De acordo com o estudo, em julho, 12 mil pessoas estavam com a D2 em atraso, e em agosto, o número subiu para mais de 34 mil. O levantamento leva em conta todos os imunizantes utilizados no Estado.

Em nota, o secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini, afirmou que hoje a preocupação do Governo do Estado é com a variante ‘Delta’, já identificada em Palmas, com grande capacidade de contágio e disseminação. “Vivemos um período de queda em todos os índices da doença no Estado, se esta variante disseminar poderemos ter outro pico pandêmico. A vacinação é o único mecanismo eficaz para o controle da doença”, disse.

Dados

Segundo a pasta, nos 139 municípios – 16.740 pessoas com atraso na aplicação da CoronaVac, 15.522 doses da AstraZeneca e 2.146 doses da Pfizer.  “Este dado é preocupante, pois temos uma população ainda suscetível à doença, visto o não fechamento do esquema vacinal e a garantia da eficácia das vacinas”, disse a gerente de Imunização da SES, Diandra Sena.

Surgiram 241 novos casos confirmados de Covid-19 no Tocantins do dia 23 ao dia 24 de agosto. Com isso, existem hoje 217.058 casos confirmados da doença. Desses, segundo o boletim diário de n° 527, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde, 205.111 foram recuperados e 8.287 seguem ativos. 3.660 óbitos foram contabilizados e 199 pessoas seguem hospitalizadas, 53 em leitos clínicos públicos e 84 em leitos de UTI Covid. Já sobre os leitos privados, 22 seguem nos clínicos e 40 nos de UTI Covid. E até então, 1.047.394 doses já foram aplicadas em todo o Estado.

O Tocantins ocupa hoje a 24ª posição no ranking de estados com mais casos confirmados, estando a frente do Amapá (25ª), Roraima (26ª) e Acre (27ª).

Todas as 139 cidades do Tocantins possuem pelo menos 100 casos da doença. O boletim aponta que 116.174 das confirmações são mulheres, e 100.884 são homens, contudo, 2.096 das mortes são de homens e 1.468 de mulheres, e também que a maior quantidade de casos está entre os que possuem 30 e 39 anos (49.025 casos), seguindo com os que têm entre 20 e 29 anos (42.339 casos), 40 e 49 anos (40.923 casos), 50 e 59 anos (27.666 casos), entre 10 a 19 anos (20.197 casos), 60 a 69 anos (14.793 casos), 0 a 9 anos (10.392 casos), 70 a 79 anos (7.644 casos) e 80 e + (4.079 casos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *