fbpx

Mais de 50 mil tocantinenses estão com o título eleitoral cancelado; Saiba como regularizar a situação

Foto: Divulgação/TRE-TO

Por João Pedro Gomes

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), quase 50 mil tocantinenses estão com o título de eleitor cancelado e podem perder diversos direitos caso não regularizem a situação até maio do ano que vem. 

O TRE explica ainda que, caso o eleitor falte a três votações consecutivas e não justifique a ausência, o título é suspenso. Além disso, caso algum processo eleitoral tenha dois turnos, são consideradas duas ausências. 

Regularização

Por lei, é obrigatório que a regularização de título possa ocorrer até 150 dias antes das eleições, portanto, é possível regularizar a situação até o dia 4 de maio de 2022 de forma virtual. Basta acessar o site do TRE e clicar no banner “Atendimento ao cidadão”; lá, é possível verificar se o eleitor está regular ou não e realizar os procedimentos necessários.

“Hoje a regularização é feita pela internet, basta o eleitor entrar no site www.tre-to.jus.br, verificar a sua situação eleitoral e prosseguir com a regularização, se for o caso”, explicou o secretário de Tecnologia da Informação, Valdenir Borges Júnior.

Consequências do cancelamento do título

Com o título cancelado, diversas ações que envolvem exercer a cidadania não são possíveis, como votar. Além disso, obter passaporte ou CPF, tomar posse em concurso público, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial, obter empréstimos em estabelecimentos de crédito mantidos pelo governo, participar de concorrência pública ou praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda também ficam suspensos até a regularização da situação junto ao Tribunal Regional Eleitoral.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *