fbpx

Mais de 700 famílias agrícolas de baixa renda vão receber recursos para desenvolver projetos produtivos

Foto: Ascom Ruraltins

Por Ivan Trindade

Recursos no valor de R$ 1,7 milhão serão utilizados para beneficiar 711 famílias de pequenos agricultores de baixa renda e comunidades indígenas e quilombolas no desenvolvimento de projetos produtivos. De acordo com o Governo do Tocantins, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), a ação faz parte do Programa Fomento às Atividades Produtivas Rurais.

A medida entra em cumprimento ao Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Estado e o Ministério da Cidadania. O valor será dividido, a primeira parcela do recurso, no valor de R$ 1,4 mil, está prevista para ser creditada nesta quarta-feira, 25. São R$ 2,4 mil divididos em duas parcelas, para cada família.

O segundo repasse, feito por parte do Governo Federal, deverá ser feito mediante acompanhamento da execução do projeto. O valor será repassado diretamente aos produtores selecionados, cabendo ao Estado o custo operacional do termo de cooperação, oferecendo orientação, treinamento aos agricultores, elaboração e acompanhamento dos projetos.

Programa Fomento às Atividades Produtivas Rurais

O programa, firmado em 2016 e com início da execução em 2017, tem por objetivo promover a inclusão social das famílias que vivem em vulnerabilidade social, com a oferta de assistência técnica e transferência direta de recursos financeiros. Com execução em todo o estado, o programa já beneficiou até o momento 1.257 famílias e em razão do bom desempenho do Estado, foi aditivado até junho de 2022, sendo inseridas mais 711 famílias.

Para serem beneficiadas, as famílias devem possuir a DAP ao  Pronaf, estar inseridas no Cadastro Único e ter renda de até R$ 89 por pessoa. São beneficiados pelo programa: Aragominas, Goiatins, Muricilândia, Nova Olinda, Guaraí, Rio dos Bois, Recursolândia, Tocantínia, Tupiratins, Presidente Kennedy, Brasilândia, Araguacema, Caseara, Pugmil, Paraíso do Tocantins, Monte Santo, Nova Rosalândia, Dois Irmãos, Porto Nacional, Lajeado, Ponte Alta do Tocantins, Arraias, Paranã, Aguiarnópolis, Maurilândia, Palmeiras do Tocantins, Tocantinópolis, Itaguatins, Buriti, São Sebastião, Araguatins e Palmas.

Entre os beneficiados com o recurso, estão 222 famílias das comunidades indígenas, nos municípios de Goiatins (108), Tocantínia (75) e Maurilândia (39).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *