fbpx

Não fique na mão repentinamente: oito dicas para cuidar da vida útil da bateria do seu carro

Divulgação/Internet

Por João Pedro Gomes

A maioria dos brasileiros não se atenta à manutenção de automóveis e geralmente deixa a revisão para momentos em que o veículo falha ou traz alguma dificuldade inesperada. Assim como toda máquina, carros também precisam de cuidados, mesmo que não estejam apresentando problemas evidentes. A bateria é um item que comumente não dá sufoco, e antes de titubear costuma dar sinais (que podem ser luzes do painel ou internas ficando fracas e/ou dificuldades em dar partida), porém, nem sempre as coisas são perceptíveis, e uma situação repentina pode dar  uma enorme dor de cabeça. 

A bateria é uma das ferramentas mais importantes do carro, e sua função é concentrar energia e distribuir para todos os sistemas elétricos do automóvel, incluindo ignição, lanternas e faróis. Ela dura em torno de dois a quatro anos, todavia, vários fatores influenciam na vida útil da ferramenta: boas (ou más) práticas, cuidados para conservação, utilização do automóvel e até mesmo o fabricante. Para ajudar você, leitor, a ter maior saúde na bateria do seu veículo, a PMW Digital entrevistou profissionais da área e preparou 8 (oito) tópicos importantes para serem seguidos. Confira:

1 – Evite utilizar farol e rádio se o motor estiver desligado

Por aplicar energia, equipamentos como som, luzes internas, ar condicionado e central multimídia podem representar um perigo à saúde da bateria do veículo, caso utilizados no momento em que o motor estiver desligado. Ao usar essas ferramentas com o carro inativo, a bateria perde muita energia e não consegue recarregar, visto que o alternador não conta com o auxílio do motor ligado para alimentá-la, o que pode descarregar o automóvel. Desativar o carro com esses dispositivos ligados também pode ser prejudicial.

2 – Aqueça o motor sempre que possível

Quando o carro fica muito tempo parado e desligado, ocorre um processo químico na bateria chamado sulfatação, que é o desgaste natural (ou não) da ferramenta. Isso significa que, mesmo que o veículo fique estacionado na garagem por determinado tempo, é importante dar a partida regularmente e utilizá-lo por pelo menos cinco minutos todas as semanas, para que o proprietário não encontre dificuldades em dar a partida no automóvel ou tenha problemas com a bateria. 

3 –  Dê a partida com os equipamentos desligados

Especialistas recomendam que os motoristas desliguem o rádio, os faróis e o ar-condicionado ao dar a partida nos carros. Mesmo que não seja um ato não recorrente, é uma maneira de preservar a bateria na hora de ligar o motor.

4 – Equipamentos precisam ser compatíveis com a bateria

É de suma importância que a bateria do carro possua compatibilidade com os equipamentos elétricos do automóvel. Por exemplo, carros com equipamentos eletrônicos e som potente exigem material mais resistente, evitando sobrecarga na bateria. No caso de adquirir carros seminovos, por exemplo, questões como essas precisam ser conferidas. 

5 – Saiba escolher o alternador

O alternador é a ferramenta responsável por transformar energia mecânica em elétrica, fazendo assim com que a bateria seja recarregada. Esse utensílio precisa ter a mesma amperagem da bateria, e além disso, deve ser sempre revisado para garantir que ele não represente problemas.

6 – Esteja atento a capacidade da bateria

Para instalar bons alarmes, sistemas de sons potentes, vidros elétricos, ar-condicionado e outros utensílios, é preciso que a bateria seja de boa qualidade. Do contrário, será necessário trocá-la por um modelo mais resistente. Equipamentos não originais também podem trazer riscos ao carro neste sentido.

7 – Os terminais da bateria precisam ser protegidos

Em alguns casos, as baterias saem de suas fábricas com capinhas protetoras dos terminais negativo e positivo. O intuito é impedir que objetos metálicos ou condutores entrem em contato, visto que isso resultaria em fuga de carga, faíscas e até curto-circuito, o que iniciaria um incêndio. Essas capas protetoras também podem ser adquiridas separadamente no em supermercados. Além disso, é importante manter os terminais limpos, porque eles acumulam resíduos. 

8 – Adquira a bateria correta

A história da tampa certa para a panela existe quando o assunto é carro e bateria: a ideal para o seu carro existe e é a recomendada. Certos modelos de carro exigem certos tipos de bateria. Amperagem da bateria e outras características devem ser compatíveis com a quantidade de carga que o veículo vai exigir, já que quanto mais itens que utilizam energia elétrica, maior será essa quantidade de carga imposta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *