fbpx

Naturatins ressalta a importância de respeitar o período de reprodução dos peixes

Arraia-maçã, ou aramaçá, está classificada como Criticamente em Perigo de Extinção. Crédito/Foto: James Blanco Nunes/Naturatins

Por Gabriela Santos 

O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) divulgou que o período da piracema no Tocantins termina no próximo dia 28 e até lá, continua proibido o exercício da pesca em todas as modalidades nos cursos d’água dentro do Estado. De acordo com informações divulgadas pela pasta sobre esse período, que também é chamado de defeso, é fundamental para que as espécies mais importantes dos recursos pesqueiros consigam depositar uma quantidade de ovos e larvas nos rios, para garantir sua manutenção no futuro.

Segundo informações do Instituto, o período de defeso é a medida de proteção legal criada para garantir que os peixes consigam realizar suas migrações reprodutivas, mas também é popularmente conhecido como piracema. Além disso, a pasta salientou que  algumas espécies do rio Tocantins foram avaliadas com risco na Lista Oficial Nacional de espécies ameaçadas de extinção, divulgada pelo Ministério do Meio Ambiente.

Proteção a diversidade de espécies 

Conforme foi relatado pela pasta, o Tocantins possui uma das maiores diversidades de espécies de peixes do mundo e para preservar essa diversidade de espécies e como exemplo citaram a arraia-maçã, ou aramaçá espécie que foi avaliada como Criticamente em Perigo de Extinção, uma vez que seus ambientes foram severamente alterados pela construção de grandes barramentos. 

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *