fbpx

Nova remessa de vacinas contra Covid-19 é entregue pelo Governo para municípios

Palácio Araguaia
Foto: Dynyme Hergbeth

Por Ivan Trindade

Representantes dos municípios tocantinenses já podem a partir desta quinta-feira, 11, procurar os Centros Estaduais de Distribuição de Vacinas, em Palmas e Araguaína, para fazer a retirada da 2ª dose da Coronavac, em complemento à 1ª remessa recebida em janeiro. De acordo com o Governo, também será entregue parte da nova remessa de vacinas recebida pelo Executivo no último domingo, 07 de fevereiro. Serão distribuídas 13.037 vacinas para aplicação da 2ª dose e fechamento daquela imunização.

Atualmente, o Tocantins contabiliza 105.577 casos confirmados da Covid-19, destes 96.351 pessoas já estão recuperadas, 7.789 casos ainda estão ativos em tratamento domiciliar ou hospitalar e 1.437, infelizmente, foram a óbito. Conforme o Governo, serão repassadas mais 21.310 (referente a 1ª dose) para continuidade da campanha, considerando a reserva técnica, conforme recomendação do Ministério da Saúde (MS).

Diandra Rocha, gerente de Imunização do Estado, afirmou que todos os municípios já estão podendo retirar suas doses desde às 8h desta terça-feira. As doses distribuídas, neste momento, estão destinadas a aplicação da 2ª dose e continuidade da campanha de vacinação dos grupos prioritários, que compreendem a primeira fase de vacinação. “São os idosos residentes em instituições de longa permanência, indígenas que moram em aldeias, profissionais de saúde que atuam na linha de frente de combate à Covid-19 e, agora após o recebimento da nova remessa, a inclusão dos idosos com mais de 80 anos”, disse.

Em nota encaminhada à imprensa, o Secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini informou que é objetivo da pasta ampliar os números de vacinados no Estado. “Convocamos as gestões municipais para criarem estratégias para facilitar a imunização da população. A equipe técnica da Secretaria está trabalhando arduamente para garantir que as vacinas cheguem o mais rápido possível nos municípios tocantinenses. Estamos conferindo os lotes e realizando a separação, em conformidade com o quantitativo de cada município da forma mais célere possível. Temos pressa e urgência em imunizar nossa população. Cada município deve cumprir seu papel e buscar vacinar seus grupos prioritários”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *