fbpx

Novo surto de ebola é confirmado pela Guiné

Foto: microbiologist Cynthia Goldsmith

Por Luiz Filho

A Guiné declarou um novo surto de Ebola, após o registro de três mortes e quatro pessoas doentes no sudeste do país, sendo essa a primeira aparição da doença, desde o pior surto no mundo, entre 2013 e 2016.

Os pacientes infectados manifestaram sintomas como: diarreia, vômitos e sangramentos. Todas as sete pessoas acometidas com a doença participaram de um velório na subprefeitura de Goueke. Aqueles que ainda não estão doentes e participaram do velório, foram isolados em centros de tratamentos, de acordo com Ministério da Saúde local.

Ainda não se sabe se a pessoa que estava sendo velada na ocasião veio a falecer em decorrência da doença. Porém ela era uma enfermeira no centro de saúde local, e morreu após contrair uma doença não especificada.

Em um comunicado, o ministro da saúde, Remy Lamah, informou que diante da situação e de acordo com os regulamentos internacionais de saúde, o governo da Guiné declara uma epidemia de ebola.

No passado, entre 2013 e 2016, o vírus chegou a matar, pelo menos, 11.300 pessoas, na África Ocidental.  O surto teve início registrado em Nzerekore, e as maiores quantidades de casos identificados na Guiné, Libéria e Sierra Leoa.

*Com informações da Agência Brasil 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *