fbpx

Operação da Polícia Civil investiga caso de furtos de gado, em Taguatinga

Imagem: SSP/TO

Por João Pedro Gomes

Três mandados de busca e apreensão foram realizados pela Polícia Civil nesta sexta-feira, 16. Além disso, um suspeito de participar de furto de gados no dia 27 de março, na zona rural de Taguatinga, foi preso. 

É informado pela polícia que os suspeitos agiram durante a madrugada e que, segundo as investigações, eles teriam invadido as fazendas, furtado os animais, os matado e depois transportado os animais até Luís Eduardo Magalhães (BA), onde supostamente trocaram a carne por drogas. 

Então, a Polícia Civil nomeou a operação de ‘Abate’ e apreendeu uma arma de fogo tipo rifle calibre 22, duas munições do mesmo calibre, e uma porção de substância análoga à maconha, que inclusive, foi o motivo pela prisão em flagrante de um dos suspeitos. As investigações apontam que a arma apreendida foi a mesma utilizada para os abates. 

Em outro local, na zona rural, outro suspeito fugiu para a mata durante a chegada dos policiais, mas uma arma de fogo (espingarda tipo bate-bucha), duas furadeiras e objetos de furtos anteriores foram apreendidos. 

Ao todo, 14 policiais — três delegados de polícia, dois escrivães e nove agentes de polícia, lotados na 103ª Delegacia de Polícia de Taguatinga e do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE) — participaram da operação.
Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *