fbpx

Operação de fiscalização impede pesca no período de piracema no Tocantins

Imagem: BPMA

Por João Pedro Gomes

Com o objetivo de impedir a pesca predatória em rios tocantinenses durante o período de piracema, o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) realizou uma operação de fiscalização por quase todo o Estado, com blitze e abordagens a embarcações e veículos. Os militares contaram com a ajuda da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Naturatins. 

O período de piracema tem início no dia 1º de novembro e vai até o dia 28 deste mês. Durante este período é proibida a pesca em todas as suas modalidades: nos rios, lagos ou qualquer outro curso hídrico no Tocantins. 

A operação foi realizada entre os dias 28 e 31 de janeiro, e foram apreendidos cerca de 2.450 metros de redes de pesca de vários tamanhos, além de apetrechos de pesca, 25 kg de peixes de várias espécies, uma canoa de madeira, caixas de isopor e ainda um revólver calibre 38. Os peixes foram doados para o Centro de Convivência do Idoso Pedro Pires da Costa, no município de Miracema, e os materiais foram levados para o BPMA. 

Denúncias

Qualquer pessoa pode fazer denúncias de crimes ambientais de forma anônima e gratuita utilizando os canais do Naturatins. Basta acessar o site naturatins.to.gov.br  e clicar em Linha Verde ou também ligar para o número 08000-63-1155. O sigilo do denunciante é garantido, entretanto, é necessário que seja fornecida a localização e o tipo de ocorrência.

Revisão Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *