fbpx

Outra unidade de Colégio Militar será implantada no Tocantins

Foto: Marcio Vieira/Governo do Tocantins

Por Ivan Trindade


Foi aprovada a implementação da Escola Estadual Vila União no Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (PECIM). A ação, segundo o Estado, visa contribuir para a melhoria da Educação Básica do Brasil, a partir da implantação do modelo MEC de Escolas Cívico-Militares (Ecim). Atualmente, a escola que atende a cerca de 167 estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, será a quinta do Tocantins a ofertar a metodologia de ensino.

Em nota encaminhada à imprensa, Adriana Aguiar, titular da Seduc, Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes afirmou que o modelo é centrado na melhoria de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa. “A parte pedagógica da escola continua com os currículos orientados pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A diferença são os investimentos financeiros que serão destinados a melhorias na estrutura da unidade, além do apoio da disciplina militar. É um trabalho conjunto que já mostra resultados positivos e que irá proporcionar novos benefícios a comunidade da Escola Estadual Vila União”, disse.

Ainda conforme o Executivo, o Programa é focado em um conjunto de ações direcionadas a gestão de excelência, fomentando uma melhoria em todas as áreas da gestão escolar. São objetivos a melhoria do ambiente escolar para contribuir com a redução dos índices de violência na  e de evasão, além de valorizar os profissionais, promover melhoria da infraestrutura, transparência e eficiência na administração.

Escolas Cívico-Militar do Tocantins

Em 2019, os Estados começaram a aderir ao Pecim e com a realização das consultas públicas à comunidade escolar das unidades de ensino para a implantação da fase piloto do Programa. Em 2020, três unidades de ensino, do Tocantins, aderiram ao modelo de Escola Cívico-Militares proposto pelo MEC: Escola Estadual Maria dos Reis Alves Barros, de Palmas; Escola Estadual Hercília Carvalho da Silva, de Gurupi; e a Escola Estadual São José Operário, de Paraíso. Na última segunda-feira, 15, a comunidade escolar do Colégio Estadual Tiradentes, em Formoso do Araguaia, aprovou a implantação da quarta Escola Cívico-Militar do Tocantins, em consulta realizada.

O programa é direcionado a unidades de ensino que contam com alunos em situação de vulnerabilidade social e com desempenho abaixo da média estadual no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Com a adesão ao programa, a unidade continua com seus currículos orientados pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), porém passa a contar com aportes financeiros para melhorias na estrutura e com a disciplina (norma de conduta) militar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *