fbpx

Palmas ocupa a 164ª posição no Programa Cidades Sustentáveis (PCS)

Imagem: Antônio Gonçalves

Por João Pedro Gomes

Palmas ocupa a 164ª posição Programa Cidades Sustentáveis (PCS), formado pelo acordo com os objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS), estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) até 2030. O estudo é inédito. 

A Capital é o único município tocantinense avaliado, de 770 cidades ao redor do Brasil. Das 17 metas estabelecidas, Palmas cumpriu apenas três, sendo: energias renováveis e acessíveis; indústria, inovação e infraestruturas; e proteção da vida marinha; conquistando 60,2 de nota. A maior pontuação registrada é de Morungaba (SP), com 73,40 pontos. O máximo é 100.

De acordo com o estudo, Palmas ainda tem desafios nas áreas de cidades, comunidades sustentáveis, trabalho digno, desenvolvimento econômico, garantia de paz, justiça e instituições eficazes, igualdade de gênero, educação de qualidade, saúde de qualidade, erradicação da fome e redução de desigualdades. Confira aqui os principais problemas da Capital.

O Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades (IDSC) foi lançado em março, e é uma pesquisa inédita, desenvolvida pelo Programa Cidades Sustentáveis (PCS), junto da Sustainable Development Solutions Network (SDSN), por iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU). 

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *