fbpx

Palmas vai entrar na fase amarela de prevenção ao coronavírus; Confira as novas regras:

Foto: Antônio Gonçalves/Prefeitura de Palmas

Por João Pedro Gomes

Foi divulgado pela prefeitura de Palmas, na manhã desta quarta-feira (05), o início da fase amarela da prevenção ao novo coronavírus. A cidade deixou a fase laranja e a flexibilização das medidas de restrição para estabelecimentos comerciais foi anunciada pela prefeita da capital, Cinthia Ribeiro (PSDB). Todavia, até o momento as aulas presenciais seguem suspensas. 

“Nós saímos da fase laranja e estamos entrando na fase amarela, de controle ampliado. Vão permanecer exatamente as mesmas atividades que estavam liberadas e nós aumentamos o percentual de 30% para 50% da capacidade de funcionamento”, declarou a prefeita.

O texto com as novas medidas será divulgado na edição extra do diário oficial nesta quarta-feira, 05. Praças, praias, academias ao ar livre e clubes seguem fechados, como todos os espaços públicos da Capital. Eventos de qualquer natureza também não estão autorizados. O comércio poderá funcionar com 50% de capacidade, e algumas ressalvas por categoria. Igrejas continuam permitidas a funcionar apenas com 30% da capacidade. 

Os shoppings poderão funcionar das 12 às 22h. Os comércios de rua funcionarão de segunda a sexta, das 10 às 20h. Academias entre 5h e 0h, de segunda a sexta-feira. Clínicas estéticas e salões de beleza devem agendar os atendimentos entre os dias da semana, das 7 às 22h. Restaurantes entre 11 e 15h, e o horário noturno ainda não está liberado. Lanchonetes entre 10 e 20h com consumo no local, até 0h será permitido delivery. As padarias funcionarão entre 6h e 22h, sendo que o consumo no local está permitido durante todo o dia. Os bares permanecem fechados, e só podem trabalhar das 8h às 0h, por delivery ou retirada no local. As feiras continuam normalmente, sem degustação e consumo no local. 

O município também informou que as escolas e creches municipais estão preparadas e adequadas para o retorno, mas seguem fechadas por decreto estadual. A retomada deverá ser de forma escalonada, com 30% das turmas no formato híbrido no mês de junho. Reuniões com a Secretaria Estadual de Educação para deliberar sobre o assunto serão realizadas nos dias 05 e 15.

Dados da SES apontam que Palmas soma 39.075 casos de infecção e 481 óbitos desde o começo da pandemia. A taxa geral de ocupação de leitos é de 60,8%, sendo o percentual de ocupação de 43% de clínicos públicos e privados. Já os de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) públicos e privados estão 80,4% ocupados.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *