fbpx

Polícia Civil investiga caso de ocultação de cadáver carbonizado em Abreulândia; três são suspeitos

Cova onde os restos mortais foram encontrados. Imagem: Divulgação/Polícia Militar

Por João Pedro Gomes

Novas imagens e detalhes do local, na zona rural de Abreulândia, em que um corpo carbonizado foi localizado foram divulgadas na última terça-feira, 27, pela Polícia Militar. A ossada foi achada no último domingo, 25, numa cova rasa, e foi descoberta após um vídeo do dono da fazenda mostrando o local ser encontrado pela PM de Goiás, durante uma abordagem.

De acordo com o relatório policial, um funcionário da fazenda, preso por porte ilegal de arma de fogo no último domingo, confessou ter participado do enterro. Ainda segundo ele, outras duas pessoas o ajudaram a fazer a cova: o dono da propriedade e outro funcionário. Ele afirma não ter cometido o assassinato e irá responder por ocultação de cadáver.

A investigação estima que a data do assassinato é 7 de abril, e não se sabe ainda a identidade da vítima, pois a ossada ainda não foi identificada. Nas imagens divulgadas, é possível ver a cova onde os restos mortais e as armas (duas espingardas) foram apreendidas. Nenhum nome dos envolvidos foi divulgado pela polícia.

Também é investigado se há mais de uma vítima, visto que o vídeo indica a presença de outra pessoa no local no momento do crime, todavia, nenhum outro corpo foi encontrado até o momento. Um dos investigados, o único que está preso, confessou a participação. O dono da fazenda pagou fiança e responde em liberdade, e deve ser ouvido pela Polícia Civil nos próximos dias.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *