fbpx

Posse de novos oficiais e praças concursados do Corpo de Bombeiros é autorizada pelo governador Wanderlei Barbosa

Foto: Divulgação/CBMTO

Por João Pedro Gomes

Em reunião com o comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins, Coronel Carlos Eduardo Farias, o governador em exercício Wanderlei Barbosa, assinou na manhã da última sexta-feira, 17, o ato de autorização para chamamento e posse dos oficiais e praças aprovados no último concurso da corporação. 

“É do absoluto interesse da gestão dar posse aos novos concursados e assim promover a renovação da tropa e poder ofertar um melhor atendimento à população tocantinense. Tenho certeza que esses novos oficiais e praças brevemente estarão totalmente envolvidos nos trabalhos da corporação e atendendo a nossa população com a bravura e o empenho que essa atividade requer”, destacou o governador Wanderlei Barbosa.

O comandante geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Farias, explicou que assim que o ato de autorização for publicado no Diário Oficial do Estado, imediatamente chamará cinco oficiais para tomar posse e iniciar o curso de formação a partir do dia 5 de janeiro de 2022. “Nós fazemos as formações via convênio com outras unidades do Corpo de Bombeiros. Primeiro vamos dar posse a cinco oficiais que começam a formação agora dia 5 de janeiro em Brasília e o restante dos aprovados para o cargo de oficiais farão essa formação no Mato Grosso do Sul, possivelmente no final de janeiro, início de fevereiro”, informou.

Quanto aos praças, o Comandante informou que os mesmos serão empossados no início de janeiro. “No caso dos praças, a gente já está fazendo o processo para que tomem posse, com previsão também de início da formação na segunda quinzena de janeiro. Esse curso é em torno de seis a oito meses, para que eles estejam em condições de estar atuando nas frentes de serviço da Corporação. Mas durante o curso eles já podem realizar alguns serviços, principalmente em Palmas, onde acontecerá o curso, sendo distribuídos para todo Estado após a conclusão do mesmo”, destacou.

No total, serão convocados 115 candidatos aprovados no último concurso, sendo 100 para a função de praça e 15 para cadetes. “É muito importante destacar que a gente não tem concurso para oficiais desde 2009 e a última turma de praças é de 2016. Então é um prazo muito grande sem inclusão de novos oficiais e praças”, concluiu.

(Com informação da Secretaria de Comunicação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *