fbpx

Produtores de soja do Tocantins têm até 22 de janeiro para cadastrarem áreas de plantio

Foto: Ascom Adapec

Por Ivan Trindade

Termina no próximo dia 22 o prazo que os produtores de soja do Tocantins têm para informarem à Adapec, Agência de Defesa Agropecuária, quais e quantas áreas desejam realizar o plantio da oleaginosa em 2021. De acordo com o Governo do Tocantins, o cadastro teve início no dia 1º de outubro e, conforme a Agência, poucos sojicultores realizaram o cadastro até o momento.

Cleovan Barbosa, responsável técnico pelo Programa Estadual de Controle da Ferrugem Asiática, afirmou que o cadastro é importante, uma vez que, funciona como um instrumento de controle da Ferrugem Asiática e outras pragas que acometem a soja. “É fundamental que o produtor informe a área plantada para que a Adapec faça o monitoramento de pragas nessas lavouras. Vale ressaltar que o cadastro é obrigatório e quem deixar de fazer sofrerá sanções previstas em lei”, disse.

O cadastro pode ser feito de várias maneiras, segundo a Adapec. Em uma delas, o sojicultor deve procurar o escritório da Adapec do município onde está a área plantada e preencher o formulário. Como também pode acessar o site http:/adapec.to.gov.br/vegetal/, preencher as informações e entregar na Agência. O produtor deverá ainda emitir o Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais (Dare), no site www.sefaz.to.gov.br, e efetuar o pagamento para finalizar o cadastro.

Janela de plantio

Também encerrará no próximo dia 15, o prazo da janela de plantio da soja sequeiro no Tocantins para a Safra 2020/2021, que teve início no dia 1º de outubro. Conforme a Adapec, a calendarização do plantio de soja visa contribuir no controle de pragas, promovendo o retardamento da manifestação do fungo e evitando, assim, o plantio sucessivo da cultura, o que diminui o risco de resistência aos fungicidas disponíveis no mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *