fbpx

Projeto de conservação tocantinense implanta dentes de porcelana em onça pintada, em Palmas

Imagem: Divulgação/Naturatins

Por João Pedro Gomes

Uma onça pintada recebeu presas de porcelana — em um procedimento parecido com o que é realizado em humanos — após sofrer um desgaste anormal em sua arcada dentária, o que poderia resultar em lesões e fraturas que poderiam impossibilitar a sobrevivência do animal.

O implante foi realizado no Centro da Fauna (Cefau) do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), localizado em Palmas. Equipes do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros (Cenap), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), e de duas universidades participaram.

O caso faz parte de um projeto de conservação que ajuda espécies ameaçadas no Tocantins. A cirurgia foi realizada por médicos veterinários voluntários, que viram as presas de porcelana como uma solução para o caso. A onça, que tem quatro anos de idade e é macho, teve material genético recolhido para ser usado em estudos sobre a espécie, o que pode ajudar em futuras ações de conservação.

“A presa é muito importante na hora de quebrar osso, de comer. Quando está em vida livre é importantíssimo para caçar e esse desgaste anormal estava fraturando o dente, ia levar a fratura completa das presas do animal, dos caninos”, afirma o médico veterinário Fernando Silveira. A onça passa bem e sua evolução será acompanhada pela equipe do Cefau.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *