fbpx

Restrições para conter avanço da COVID-19 seguirão em Palmas até o dia 23 deste mês

Medida é para conter avanço da COVID-19. Imagem: Djavan Barbosa

Por João Pedro Gomes

Aos “45 do segundo tempo”, a prefeitura de Palmas adiou o fim da validade do decreto municipal que, para conter o avanço da contaminação pelo novo coronavírus na Capital, suspende as atividades não essenciais. A medida foi divulgada no Diário Oficial do Município às 22h15 da última terça-feira (16), até então, último dia de validade do decreto. 

O texto informa que até dia 23 de março as medidas preventivas ainda estarão no prazo de validade. Nenhuma alteração nas medidas adotadas foi realizada: além da suspensão de atividades não essenciais, proibição de qualquer delivery e eventos de qualquer natureza aos domingos e restrição de entradas de pessoas em alguns ambientes são as principais medidas. Apenas farmácias, postos de combustíveis e serviços hospitalares e de hotelaria são exceções. 

Decreto publicado durante a noite desta terça-feira, 16. Imagem: João Pedro Gomes/PMW Digital

Palmas é a cidade mais afetada pela COVID-19 no Tocantins, pois já possui quase 32.500 casos confirmados e mais de 310 mortes, de acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Apenas na última semana, a cidade registrou, pela primeira vez, mais de 2 mil novos casos de contaminação pelo novo coronavírus. 

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *