fbpx

RETROSPECTIVA 2021: Relembre os acontecimentos mais marcantes do Tocantins neste ano

Imagem: Emerson Silva/Governo do Tocantins

Por Ivan Trindade e João Pedro Gomes

Com o final de 2021 se aproximando, é possível relembrar, como uma espécie de filme, todos os acontecimentos marcantes do ano. Imersos em uma montanha-russa onde, ora havia uma leve subida e outrora uma queda assustadora, os brasileiros não imaginavam que o ano seria tão difícil, mesmo que as expectativas não fossem as mais altas. 

Acontecimentos como a distribuição das vacinas contra a Covid-19 traziam um ar de retomada à vida, todavia, esses 365 dias foram marcados também por inconstâncias e perdas. E, no meio deste furacão, se encontra o Tocantins, que assim como os outros estados, teve suas próprias ocorrências. Por isso, a Revista PMW Digital reuniu as situações mais relevantes do ano para você, nosso leitor. Confira abaixo:

1 – Janeiro

  • Cinthia Ribeiro assume oficialmente a Prefeitura de Palmas após ser eleita com 36% dos votos

A primeira sexta-feira de 2021, 1º de janeiro, foi marcada pela solenidade de posse de vereadores, da prefeita e vice-prefeito eleitos. Marilon Barbosa (DEM), como o vereador eleito que mais recebeu votos (2953 ao todo) nas Eleições, presidiu o evento. Além disso, convidou os vereadores Joatan (Cidadania) e Moisemar Marinho (PDT) para comporem a mesa diretora da solenidade. Os três leram e convidaram nominalmente os vereadores a assinarem o termo de posse, bem como solicitar a apresentação de diplomas e a declaração de bens dos eleitos.

Foram empossados os vereadores: Daniel Nascimento (REPUBLICANOS), Eudes Assis (PSDB), Filipe Martins (PSDB), Folha (PATRIOTA), Joatan (CIDADANIA), Jucelino (PSDB), Junior Brasão (PSB), Lacerda do Gás (PSB), Laudecy Coimbra (SOLIDARIEDADE), Márcio Reis (PSL), Marilon Barbosa (DEM), Moisemar Marinho (PDT), Pedro Cardoso (DEM), Professora Iolanda Castro (PROS), Professora Janad Valcari (PODE), Rogerio Freitas (MDB), Rubens Uchôa (CIDADANIA), Solange Duaillibe (PT) e Waldson da Agesp (AVANTE).

Em outra sessão solene, ainda no mesmo dia, a prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) e seu vice, André Gomes (Avante), foram empossados de seus cargos. Nesta, Guilherme Trindade, representante da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB Tocantins, Dorinha Rezende (DEM) deputada federal, e o secretário estadual da Fazenda e Planejamento Sandro Henrique Armando, representante do até então governador em exercício Mauro Carlesse (DEM), compuseram a mesa de honra.

  • Luto e comoção nacional: Seis pessoas morrem em acidente aéreo no dia 24 de janeiro

Uma tragédia fechou o primeiro mês do ano com um luto coletivo dos tocantinenses e ganhou atenção da mídia nacional: Aconteceu, na manhã do dia 24, um acidente aéreo na pista da Associação Tocantinense de Aviação (ATA), no distrito de Luzimangues. A aeronave era particular, de modelo BE-58 Baron, e caiu e pegou fogo após sua decolagem. As seis pessoas que estavam a bordo faleceram. 

Os jogadores e o técnico do clube Palmas Futebol e Regatas iam para Goiânia, onde ocorreria uma partida do time contra o Vila Nova pela Copa Verde na segunda-feira, 25, às 16h. O comandante e piloto da aeronave também foi uma das vítimas. 

Acidente e vítimas

A família de todos os envolvidos foi informada antes da divulgação de seus nomes, que foram: o empresário palmense e presidente do clube Palmas, Lucas Meira (32); o comandante e piloto da aeronave, Wagner Machado (59); o jogador lateral-esquerdo do clube, Lucas Praxedes (23); o atacante da equipe, Marcus Molinari (23); o goleiro do Palmas, Ranule Gomes (27); e o volante e zagueiro do time, Guilherme Noé (28).

De acordo com informações do time divulgadas por meio de nota oficial, eles viajavam em um voo particular porque haviam contraído COVID-19 e o período de isolamento estava em seu último dia: “Os atletas finalizariam o cumprimento do isolamento neste domingo, 24. Com isso, a diretoria decidiu levá-los no voo particular que já seria utilizado pelo presidente, para que terminassem de cumprir o isolamento em Goiânia e assim estar à disposição da comissão técnica para o jogo diante do Vila Nova”.

O Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) informa que o avião não possuía autorização para realizar serviços de táxi aéreo. O relatório do caso explicou que “Após a decolagem, segundo relatos de observadores, a aeronave manteve uma atitude de aproximadamente 90°, vindo posteriormente a perder sustentação e colidir contra o solo. A aeronave teve danos substanciais. Todos a bordo sofreram lesões fatais”.

2 – Fevereiro

  • Secretaria da Saúde confirma presença da variante Gama no Tocantins

A presença da, até então, nova variante do Coronavírus – Gama – foi confirmada no Tocantins. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde, que por meio de nota encaminhada à imprensa, afirmou que das 41 amostras remetidas ao Laboratório Adolfo Lutz, foram recebidos 17 resultados das análises do sequenciamento genômico da nova variante do Coronavírus, e 1 deles apresentava a variação do vírus em seu organismo.

O homem era um paciente amazonense de 44 anos, que estava internado na rede privada, chegou ao Tocantins dia 19/01/21 – por sua própria conta. Ainda na nota, a SES informou que o homem não faz parte da comitiva dos 17 infectados que o Ministério da Saúde (MS) trouxe para o Tocantins. O paciente recebeu alta na época e retornou à sua origem.

  • Início da imunização dos profissionais do Hospital Geral de Palmas contra Covid–19

Histórico: profissionais do Hospital Geral de Palmas (HGP) que atuam em setores considerados mais expostos à transmissão da Covid-19 foram vacinados na primeira semana de fevereiro. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), aproximadamente 370 profissionais de saúde da unidade foram imunizados na época. A medida fez parte da campanha para vacinar os servidores e aconteceu na unidade hospitalar das 15 às 20h, do dia 02 ao dia 05, no Núcleo de Atenção à Saúde e Segurança do Trabalhador (NASST/HGP).

Em nota para a imprensa, o diretor geral do HGP na época,  Leonardo Toledo, afirmou que a unidade, que é a maior referência em saúde pública, e por isso, conta com uma grande quantidade de servidores: “Neste momento, é de suma importância a imunização dos profissionais e, com isso,  proteger nossos colaboradores contra Covid-19”, declarou. Com certeza um momento épico contra a Covid-19 no Tocantins.

3 – Março 

  • Goleiro Bruno, condenado por homicídio, é contratado por time tocantinense; internautas repudiaram

Bruno Fernandes, ex-goleiro dos times Flamengo e Atlético-MG, foi anunciado na no dia 30 como goleiro do time Araguacema para disputar a final do campeonato tocantinense. Ele foi condenado e a pena de mais de 20 anos em regime semiaberto pelo crime de homicídio triplamente qualificado da ex-modelo Eliza Samudio, em 2010, e pelo sequestro e cárcere privado do filho. 

“Toda proposta que surge é uma oportunidade de recomeçar. Isso é ótimo”, afirmou o atleta em entrevista. Todavia, a decisão desagradou muitos internautas: “Isso é uma vergonha pro nosso estado! Isso é inadmissível. Doentio, de verdade”; “Ele matou a esposa e atirou os restos dela para um cachorro comer, isso é desumano, inescrupuloso, cruel….”; “Que presepada, contratação vergonhosa”; e “Eu quero acreditar que isso não passa de uma brincadeira de péssimo gosto, isso é um absurdo” foram alguns dos comentários feitos pelos internautas na publicação do anúncio. 

Poucos dias após o anúncio, foi divulgada a demissão do jogador pelo time tocantinense. Em 2020, Bruno chegou a atuar pelo Rio Branco, do Acre, mas teve que utilizar uma tornozeleira eletrônica durante os treinos e as partidas. Neste ano, o Atlético Carioca da série C do estadual do Rio de Janeiro até chegou a tentar realizar um acordo com o atleta, mas os ataques das outras equipes e torcedores fez com que o clube desistisse da contratação. 

  • Major Marlene se torna a primeira mulher a comandar o 1º Batalhão da Polícia Militar do Tocantins

Entrando para a história da Polícia Militar do Tocantins, a major Marlene Alves Borges assumiu o comando do 1º Batalhão da Polícia Militar em Palmas, sendo a primeira mulher a assumir tal cargo. Designada pelo comandante-geral, coronel Júlio Manoel da Silva Neto, ela se diz honrada e orgulhosa de representar todas as mulheres da instituição.

Ela afirmou que sua expectativa é dar continuidade às atividades positivas do comando anterior: “É uma situação de muita responsabilidade, ainda mais, ao substituir um grande comandante, que foi o que passou aqui pelo primeiro Batalhão. Espero contar com a equipe que está aqui, pois ninguém comanda sozinho, é toda uma equipe, desde soldado até o comandante da unidade que faz esse serviço”, discursou.

Sobre ser a primeira policial feminina no comando de um Batalhão, a major afirmou: “A minha expectativa é que as coisas continuem fluindo e que a gente consiga imprimir nosso ritmo e continuar também com a instituição, acima de tudo, com toda a representatividade que isso simboliza”. 

Homenageando a major, o até então comandante-geral da PM, coronal Silva Neto, declarou: “É mais uma prova da competência da mulher e da capacidade de construir uma carreira igualitária com os homens. Major Marlene ao longo de sua carreira demonstrou todas as virtudes de uma grande oficial e com certeza fará um grande comando à frente do 1ºBPM”, finalizou. 

Marlene Alves Borges é, além de major da PMTO, graduada em Geografia pela UFMT. Ingressou como aspirante da Polícia em 2008, mas já é soldado desde 2003 em Rondonópolis (PMMTO). Ela é casada há mais de 20 anos e possui 4 filhos. Além disso, graduou-se em Direito pela Faculdade Cruzeiro do Sul, em 2020, e em Educação Física, em 2020. Pós-graduada na área de Direito Civil; em docência de Ensino Superior e em Educação à Distância. 

4 – Abril

  • Cobrança de propina para liberação de cargas de bovinos é investigada pela Polícia Civil, em Palmas

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da Divisão Especializada de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária (DRCOT-Palmas), em conjunto com a Divisão Especializada de Repressão à Corrupção (Decor-Palmas) deflagrou a Operação Sobre-Era para cumprir três mandados de busca, apreensão e um de suspensão do exercício de função pública em Goiânia e Porangatu, no estado de Goiás. A ação teve início após denúncias sobre cobranças de valores para liberação de cargas de bovinos nos postos de fiscalização, no dia 28. 

Segundo o delegado-chefe da DRCOT Palmas, Vinícius Mendes de Oliveira, um servidor da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Tocantins (Adapec-TO), responsável pela fiscalização, estaria envolvido no crime, realizando, com outras pessoas, cobranças de valores para liberação de cargas de bovinos em pontos de fiscalização no estado.

Um dos investigados até chegou a alegar que na ocasião, os gados transportados tinham idade superior ao que estava prescrito na guia de trânsito animal, o que afeta, de maneira direta, a pauta fiscal. O delegado da DRCOT Palmas, Jeter Aires, explica que, assim, os caminhões com as cargas eram mantidos no posto, quando era cobrada a propina. O servidor responsável não foi localizado. 

Foi informado que outros nomes surgiram durante as investigações, os quais devem ser alvos de medidas judiciais. Além disso, o DRCOT Palmas afirma que as investigações devem continuar. A operação recebeu o nome Sobre-Era por conta do modus operandi utilizado para receber a propina.

  • Um ano da morte de Romana, primeira vítima fatal da Covid-19 no Tocantins

Um ano antes do dia 14 de abril de 2021, faleceu a primeira vítima de Covid-19 no Tocantins: Francisca Romana Sousa Chaves, uma servidora pública de 47 anos. Ela chegou a ficar internada em uma UTI por um mês antes de falecer. Na época, o estado contabilizava 149.269 diagnósticos e 2.289 óbitos pela Covid-19.

A servidora teve contato, na época, com a advogada Kellen Pedreira do Vale, de 42 anos, primeiro diagnóstico de coronavírus no Tocantins. Romana atuava na Secretaria Municipal de Saúde e trabalhava na prefeitura de Palmas desde 2005. O Tocantins foi o último estado do Brasil a confirmar uma morte por Covid-19.

5 – Maio

  • Prefeitos de Dois Irmãos e Tupiratins vêm a óbito no Tocantins

Após ficar mais de 50 dias internado, o prefeito de Dois Irmãos do Tocantins, João Carlos Botelho (PSD), faleceu na manhã do dia 13, em decorrência da Covid-19. Ele tinha 57 anos e contraiu a doença em março, e desde o dia 18 do mesmo mês seguia internado no Hospital das Clínicas (Incor), em São Paulo. Ele havia sido eleito no ano passado com 57,27%, mas já havia governado o município em dois mandatos, no período de 2005 a 2012.

João Carlos se tornou o terceiro gestor municipal a falecer em decorrência do coronavírus. Em julho do ano passado, o prefeito de Araguanã, Hernandes Neves de Brito (DEM) morreu; já em abril, o prefeito de Nova Olinda, Temis Domingos (PSD) veio a óbito pelo mesmo motivo. 

Já o prefeito de Tupiratins, Janilson Veras Barbosa — conhecido como Coronel Janilson (DEM) — faleceu na noite do dia 25, após 19 dias internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

A família informou que ele sofreu uma parada cardíaca no hospital e não resistiu. O Coronel foi comandante-geral da Polícia Militar do Tocantins nos anos de 1990 e Secretário da Segurança Pública do Estado. Além disso, entre 2013 e 2016 ele foi vice-prefeito de Tupiratins, na gestão de Wilson Veloso. Ele foi eleito ao cargo de prefeito no ano passado com 62% dos votos.

6 – Junho

  • Presidente da OAB é condenado a três anos e meio de prisão por estelionato

Gedeon Batista Pitaluga Júnior, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional do Tocantins, foi condenado a três anos e meio de prisão por estelionato em regime inicialmente aberto, com direito a recurso da decisão. A decisão foi tomada pelo juiz federal João Paulo Abe, da 4ª Vara Federal Criminal de Palmas, no dia 24. 

O presidente da OAB divulgou uma nota afirmando que “a decisão criminaliza o exercício da advocacia e contraria todo entendimento dos tribunais brasileiros pela não-responsabilização criminal do advogado acerca dos documentos apresentados pelas partes […] o Conselho Federal da OAB determinou o seu arquivamento em análise institucional”.

Além do presidente da OAB, o advogado Geraldo Bonfim de Freitas Neto também foi condenado ao mesmo período de prisão por ter participado do esquema. De acordo com a sentença, ambos teriam apresentado documentos falsos como procuradores do filho de uma milionária que veio a óbito sem deixar herdeiros.

Ele também divulgou uma nota, onde afirmou que “A decisão condenatória é ilógica, escorada na tese rejeitada por todos os Tribunais de estelionato judicial […] Irei apresentar o devido recurso diante da sentença teratológica, e inexistência de conduta ilícita nesses 20 anos de exercício profissional.”

Entenda o caso

A milionária Eglantina Monteiro de Lima faleceu em 2005, e possuía vários imóveis no Rio de Janeiro. A ação dos advogados visava obter acesso à parte dos bens da falecida, que tinha patrimônio de mais de R$ 1,6 milhão apenas em sua conta bancária, mas nunca teve nenhum o suposto filho. Com isso, os suspeitos teriam conseguido respectivamente R$ 46.108,53 e R$ 24.765,06. 

Outras três pessoas também são suspeitas de estarem envolvidas no esquema, mas por não haver comprovação, eles foram inocentados. Os procuradores acreditam que o grupo conseguiu quase R$ 500 mil da fortuna de Eglantina Monteiro.

  • Criador dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas morre por Covid-19

Carlos Terena, criador e coordenador-geral dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, faleceu aos 66 anos no dia 12, por complicações provocadas pela Covid-19. Ele esteve internado por 17 dias em um hospital particular de Ceilândia, no Distrito Federal. 

O líder era indígena da etnia Terena, natural de Aquidauana (MS). Ele foi o criador do Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas (Conplei) e era servidor aposentado da Fundação Nacional do Índio (Funai). A Conplei lamentou a morte dele por meio de nota: “Carlos Terena será sempre lembrado por sua coragem, intrepidez, inteligência e sabedoria ancestral […] Deixa um grande legado de história e companheirismo”, homenagearam. 

A filha de Carlos, Melissa Môngé, afirma que Marcos Terena, irmão de Carlos, dará continuidade aos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas: “Meu pai veio muito cedo para Brasília e trouxe essa questão do resgate cultural, dar mais visibilidade às pautas indígenas. Veio por causa de um sonho, e reuniu os povos do mundo inteiro […] a ideia é que a gente continue dando andamento a isso, junto com o Marcos Terena. A gente tem uma perspectiva de que a próxima edição aconteça em 2022”, relatou.

7- JULHO

Tocantins é o segundo estado com mais desaparecimentos de pessoas no país

De acordo com Dados divulgados pelo 15° anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em 2019, 229 pessoas desapareceram no Tocantins e apenas 16 foram encontradas. Em 2020 o número subiu para 248 desaparecidos e apenas oito foram localizados, equivalente a 3%. Os dados colocaram o Estado na 2ª posição do ranking de federações nas quais mais desaparecem pessoas no País. 

Autorizações para queimas controladas são suspensas durante o período de estiagem no Tocantins

O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) publicou em julho uma portaria que suspendeu as autorizações para queimas controladas no estado. O fogo controlado é usado principalmente para evitar que queimadas se espalhem por grandes áreas de forma descontrolada no período de estiagem. Mesmo assim, em razão ao clima quente e seco no Tocantins, a medida ficou indisponível para melhorar a situação do clima, da fauna e da flora tocantinense. 
8- AGOSTO

Escolas Públicas do Tocantins retornam aulas presenciais

Após um longo período sem funcionar, e outro em formato híbrido, as escolas do Estado, em razão ao avançar da vacinação no Tocantins, começaram a retornar as aulas presenciais em todas as unidades. De acordo com a Seduc, todas escolas estaduais foram preparadas para esse retorno. Inclusive, máscaras foram distribuídas para os estudantes e funcionários da educação. Algumas medidas chegaram a ser adotadas em todas as unidades escolares, por exemplo, a aferição da temperatura antes de entrar na escola.

Pesquisa do IBGE aponta que homens do Tocantins são pais pela primeira vez aos 24,4 anos em média

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou a versão atualizada da Pesquisa Nacional de Saúde – Ciclos de Vida. Pela primeira vez o levantamento trouxe informações sobre a fecundidade do homem. No Tocantins, 64,5% dos homens são pais atualmente, considerando todos os que têm mais de 15 anos de idade. De acordo com o levantamento, a idade média em que os homens tocantinenses são pais pela primeira vez é de 24,4 anos. Estes dados foram coletados em 2019, mas estavam em processamento e análise e por isso só foram divulgados agora. Os números mostram que a proporção de homens que já são pais aumenta conforme a faixa etária e que passa dos 90% entre os mais velhos.
Monitor registra seca grave em 31% do território do Tocantins no mês de agosto

O Monitor das Secas registrou um leve avanço na área em que o fenômeno é considerado grave no Tocantins durante o mês de agosto. A situação foi identificada em 31% do território tocantinense, principalmente nas regiões sudeste e noroeste do estado. Em todo o restante do território também há registro de seca, mas nesse caso ela é considerada moderada. O monitoramento é feito pela Agência Nacional de Águas (ANA) em 20 estados e no Distrito Federal e os relatórios são mensais. O Tocantins é o único estado da região Norte que vem sendo monitorado e em julho tinha uma área de seca grave que abrangia 28% do território. A Agência explicou que está é a segunda condição mais severa do histórico de Tocantins no mapa do monitor, iniciado em dezembro de 2019, sendo superado somente pelos 48% de seca grave registrados em janeiro deste ano. 


9 – SETEMBRO

Dois importantes rios do Tocantins sofrem com a estiagem

Durante a forte estiagem no mês de setembro, os rios Formoso e Javaé sofreram com a seca. Por longas distâncias foi possível ver que o fluxo d’água já não ocupava todo espaço. Na época, o Ministério Público do Tocantins chegou a pedir que a Justiça revisasse as autorizações de captação de água. Reuniões entre os órgãos de controle da área ocorreram, todas elas buscando discutir métodos que pudessem traçar formas de evitar mais prejuízos aos recursos hídricos tocantinenses.

Tocantins atinge meta de 30% da população completamente vacinada contra o coronavírus

O Tocantins chegou em setembro ao índice de 30,21% da população completamente vacinada contra o coronavírus. Conforme os dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), em mais de oito meses um total de 1.928.330 doses chegaram ao TO, mas somente 480.429 moradores completaram o ciclo vacinal. O número considerava as pessoas que receberam as duas doses dos imunizantes que precisam de mais de uma aplicação e também quem foi vacinado com a Janssen, que é de dose única. A campanha de imunização no Tocantins começou no dia 18 de janeiro, quando uma enfermeira de 52 anos foi vacinada. Desde então o estado recebe vacinas do Ministério da Saúde. 

10 – OUTUBRO

Tocantins tem alerta de tempestades em todas as regiões

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu dois alertas para chuvas intensas com risco potencial em todas as regiões do Estado. Um amarelo, de risco potencial, para a região norte e leste, além de parte da área central e do sudeste, com previsão de de até 50 milímetros de chuva e ventos intensos de até 60 km/h. E um laranja, com grau de perigo, vale para todo o restante do Tocantins, correspondendo a região oeste, sul, sudoeste e parte do centro do estado. Informando que poderia chover até 100 milímetros por dia, além de ventos de até 100 km/h, conforme o alerta.


Mauro Carlesse é afastado do Governo

O Governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PSL) foi afastado do cargo por um período de seis meses. A determinação foi emitida pelo Superior Tribunal de Justiça e foi motivada por denúncias apresentadas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal. A decisão individual foi tomada pelo ministro Mauro Campbell em apuração sobre suposto pagamento de propina e obstrução de investigações. “É uma medida drástica, mas reconheço que muito necessária”, afirmou o relator.Segundo a PF, o afastamento desta quarta-feira fez parte de duas operações complementares, que investigam:

*pagamento de propina relacionada ao plano de saúde dos servidores estaduais: a investigação, que teve início há cerca de dois anos, estima que cerca de R$ 44 milhões tenham sido pagos a título de vantagens indevidas;

*obstrução de investigações: A PF acredita que o governo estadual removeu indevidamente delegados responsáveis por inquéritos de combate à corrupção conforme as apurações avançavam e mencionavam expressamente membros da cúpula do estado;

*incorporação de recursos públicos desviados: dados do Coaf mostram movimentações financeiras de grandes quantias, em espécie, sem comprovação de capacidade econômica, realizadas por pessoas ligadas ao governo;

*Um dos indícios que contribuíram para o afastamento de Mauro Carlesse (PSL) foi a compra de uma fazenda em Mateiros, na região do Jalapão, por mais de R$ 2 milhões. Ele teria usado uma empresa laranja com dinheiro não comprovado.


11 – NOVEMBRO

Morre Marília Mendonça!

A cantora Marília Mendonça morreu no dia 5 de novembro, após um acidente de avião, que ocasionou politraumatismo em múltiplos órgãos. Segundo o médico legista, Pedro Coelho, politraumatismo significa que teve múltiplas lesões em órgãos vitais que causou a morte da cantora de forma quase instantânea no momento da queda da aeronave. O trágico acidente que matou Marília Mendonça e outras quatro pessoas.

Presidente da OAB/TO é reeleito

Gedeon Batista Pitaluga Júnior, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional do Tocantins, foi reeleito para o cargo. Ele concorria com sua vice Priscila Madruga, contra a chapa de Ester Nogueira e Rita Rocha. O advogado, de 41 anos, conquistou 1.797 votos – 49,50% – entre os 3.630 advogados que compareceram às urnas em 16 locais de votação. Em 2018, em sua primeira eleição, Pitaluga Júnior teve 1.267 (36,58%) do total, 62 votos a mais que o segundo colocado, Célio Henrique Magalhães Rocha. A chapa vitoriosa, ‘OAB Independente’, tem como vice-presidente Priscila Madruga Ribeiro Gonçalves e secretária-geral Jandra Pereira de Paula. 

O presidente da OAB divulgou uma nota afirmando que “a decisão criminaliza o exercício da advocacia e contraria todo entendimento dos tribunais brasileiros pela não-responsabilização criminal do advogado acerca dos documentos apresentados pelas partes […] o Conselho Federal da OAB determinou o seu arquivamento em análise institucional”.


12 – DEZEMBRO

Mais de 250 pessoas são diagnosticadas com HIV em 2021 no Tocantins

Dados da Secretaria Estadual da Saúde apontam que 258 tocantinenses foram diagnosticados com o vírus HIV, no período de janeiro a novembro deste ano. Conforme o levantamento, outras 73 pessoas foram identificadas com a Aids, doença infectocontagiosa já desenvolvida pelo organismo humano, para a qual ainda não existe cura.IV é a sigla em inglês para vírus da imunodeficiência humana. Ele ataca principalmente células do sistema de defesa chamadas CD4 e torna o ser humano mais vulnerável a outros vírus, bactérias e ao câncer. No entanto, a maioria das pessoas que têm HIV não têm Aids porque no Brasil o tratamento com remédios chamados antirretrovirais é universal e acessível pelo SUS.


Mais de 171 mil pessoas estão com a segunda dose contra Covid-19 atrasada no Tocantins

Um levantamento da Secretaria de Estado da Saúde (SES) apontou que o Tocantins tem 171.771 pessoas com o esquema de vacinação contra Covid-19 incompleto, ou seja, não tomaram a segunda dose. Especialistas avaliam que o encerramento do ciclo é extremamente importante, principalmente após o surgimento da variante ômicron com cerca de 50 mutações em relação ao coronavírus original. Dentre o número total, 77.713 pessoas não retornaram aos postos de saúde para receber a segunda dose da Pfizer. Outros 66.887 não completaram o esquema de vacinação da AstraZeneca e 27.171 da vacina CoronaVac.

One thought on “RETROSPECTIVA 2021: Relembre os acontecimentos mais marcantes do Tocantins neste ano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *