fbpx

Sindicato dos Trabalhadores em Educação cobra vacinação antes de retorno presencial das aulas

Imagem: Sintet

Por João Pedro Gomes

A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Tocantins (SINTET-TO) se reuniu na última sexta-feira (21) para deliberar sobre uma liminar contra o decreto que autoriza o retorno imediato das aulas presenciais, emitido pelo Governo do Tocantins na última semana.

De acordo com o sindicato, o direito à vida e o resguardo da saúde é o propósito da medida, que cobra a vacinação dos profissionais envolvidos antes do retorno presencial das aulas. “Zelando pela vida dos profissionais da educação e cobrando a inclusão da categoria nos grupos prioritários de imunização”, pontuaram em nota.

O Sintet ainda afirma que é primordial cuidar da vida dos servidores “Sem a vida, sem o direito à saúde a quem vamos garantir o direito à educação? Essencial é a vida, queremos que as pessoas tenham a garantia da vacina para que possam retornar com segurança às aulas presenciais”, pontuaram. 

Os presidentes regionais do sindicato estão cumprindo agenda de visita às prefeituras, onde solicitam a manutenção do ensino remoto.


Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *