fbpx

Tecnologia no Campo é o tema da edição deste ano da Feira Agrotecnológica do Tocantins

Imagem: Reprodução

Por João Pedro Gomes

Viver num século que registra grandes feitos tecnológicos dia após dia faz com que seja praticamente impossível citar alguma área que não conte com qualquer ajuda de algum utensílio tecnológico. Celulares, computadores, tablets, plataformas, sistemas que facilitam tarefas… as ferramentas criadas para auxiliar os humanos são diversas. Assim como todos os âmbitos, o campo também evoluiu com a tecnologia, e é justamente isso que será abordado na edição deste ano da Feira Agrotecnológica do Tocantins.

A Agrotins ocorrerá de 15 a 18 de junho deste ano, porém, em decorrência do cenário pandêmico em que o país se encontra, o evento será 100% virtual, assim como a edição do ano passado, que também ocorreu desta forma por causa do grande nível de contaminação da Covid-19. A determinação foi dada pelo governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PSL), em reunião com o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, Jaime Café, no dia 26 de abril.

O tema deste ano é ‘Agro 4.0: Tecnologia no Campo’, e segundo o governo, a pretensão do evento é aproximar o produtor rural da tecnologia e mostrar maneiras inovadoras de gestão, planejamento, monitoramento e controle de produção. Apenas na última edição, 5 mil pessoas foram capacitadas e mais de 470 mil visualizações provenientes de 62 países foram registradas na plataforma. Para assistir ao evento, basta acessar este link

A tecnologia Agro 4.0

A Agricultura 4.0, tema da edição da Feira deste ano, é o resultado de um conjunto de diversas tecnologias que visam a otimização da produção e gestão agrícola em diversos estágios, aprimorando, desta forma, o controle, monitoramento e forma de trabalhar, por meio de softwares e outros sistemas. Inovações tecnológicas podem auxiliar a agricultura a ter uma maior análise de um grande volume de dados, o que facilita e permite uma produção em larga escala com qualidade. 

Dentre os benefícios da agricultura 4.0, é válido citar que informações como dados sobre o solo, condições meteorológicas e a identificação de pragas são muito úteis para os profissionais que atuam neste ramo, o que inclui também o pequeno e médio produtor. Contar com essas tecnologias acarretam no aumento da produtividade, o monitoramento das operações agrícolas, redução de desperdícios e diminuição dos custos.

Edição de 2021 da Agrotins

O público terá acesso a uma programação de palestras, minicursos, workshops, uma biblioteca inteiramente digital de livre acesso para a comunidade, vídeos, cartilhas, fotos e notícias sobre órgãos do Governo do Tocantins no evento, e o conteúdo ficará disponível para acesso até 30 dias após o fim da Agrotins 2021.  

Ainda haverá no site a aba ‘Expositores’, onde as empresas parceiras do evento poderão trazer as novidades tecnológicas para o campo, para assim negociar seus produtos e serviços. Os expositores terão a oportunidade de vender seus produtos — que variam de sementes, cursos, palestras e oportunidades de linhas de crédito especiais até veículos e máquinas — e realizar trocas de conhecimentos tecnológicos e diversos na Feira.

Jaime Café destacou a importância do evento e também do tema da edição deste ano: “Precisamos discutir cada vez mais sobre inovação, tecnologia e área do agronegócio; o uso de tecnologias que ajudam na redução de custos ambientais e também sociais já é uma realidade nas produções rurais e está em expansão. E para o Tocantins que possui uma vocação agrícola crescente para o agronegócio, com abundância de água, clima e solo favoráveis para a produção, o tema da Agricultura 4.0 se torna necessário”. 

Ele complementa: “Com o tema da Feira, Agro 4.0 — Tecnologia no Campo, estamos oferecendo uma programação ao vivo bem dinâmica, abordando temas atuais e de interesse do mercado. Serão mais de 36 horas ao vivo, durante quatro dias, transmitindo conhecimento e informações de qualidade”, destacou.

Dentre as participações que estarão ao vivo, está confirmada a presença do secretário de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Jorge Seif Junior, que participará de eventos sobre Perspectivas da Criação do Peixe no Tocantins. A tendência do arroz e o mercado mundial brasileiro; agricultura 4.0 — desafios e benefícios para as cooperativas; tecnologia 5G — a transformação digital no campo e diversos outros temas que também serão debatidos na programação ao vivo.

Quem tiver interesse em participar dos cursos e palestras, precisa realizar uma inscrição prévia direta na plataforma, que dará certificado de participação. Nos estandes virtuais, o número de WhatsApp, telefone, e-mail, mapa de localização da empresa, fotos, vídeos, ofertas e classificados de todos os expositores cadastrados estarão disponíveis.

Evento completa 20 anos

A primeira edição da Agrotins ocorreu há 20 anos, em 2001, quando o Tocantins possuía apenas 256 mil hectares de área cultivada. Segundo o governo do Estado, as últimas projeções apontam mais de 1,5 milhão de hectares de plantio na safra 2019/2020, crescimento superior a 580%.

“Os anos iniciais [da Feira] demandavam muito esforço para convencer as empresas a exporem seus produtos, serviços e as tecnologias que estavam surgindo na época. A realidade era bem diferente. Atualmente, temos a necessidade de expansão de novas áreas, pois a quantidade de interessados aumenta a cada ano”, pontuou o Deputado Federal, César Halum (Republicanos).

O primeiro ano da Feira contou com 88 expositores que movimentaram cerca de R$ 7 milhões em negócios e operações financeiras, numa época onde o Tocantins praticava desmatamento, limpeza de terreno, correção do solo e revolvimento da área cultivada para o plantio. O passar dos anos possibilita, agora, que a tecnologia auxilie os produtores nas mais diversas tarefas, o que será abordado, justamente, na edição comemorativa de 20 anos da Agrotins.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *