fbpx

Tribunal Regional Eleitoral rejeita pedidos de cassação ao governador Mauro Carlesse e seu vice, Wanderlei Barbosa

Foto: Carlos Eller/Secom

Por João Pedro Gomes

Foi rejeitado, unanimemente, pelo Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, na manhã desta terça-feira, 11, duas ações que recomendavam a cassação do governador Mauro Carlesse (PSL), e seu vice, Wanderlei Barbosa (sem partido). Ambos eram acusados de abuso de poder político e econômico nas Eleições de 2018. 

Dentre as irregularidades apontadas, os maiores destaques iam para a contratação de servidores públicos temporários durante o período eleitoral e também um suposto esquema de compra de apoio político por emendas parlamentares. 

As acusações foram propostas pelo Ministério Público Eleitoral e pelo candidato derrotado nas eleições daquele ano, Cesar Simoni. O desembargador do caso, Marco Villas Boas, concluiu que não havia provas das acusações, além de que parte delas já havia sido analisada em processos anteriores. Os juízes concordaram com o desembargador. Cabe recurso contra a decisão no Tribunal Superior Eleitoral.

Revisão por Ivan Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *